26/12/2013

Saiba como misturar estilos na decoração sem errar

É preciso saber balancear para agradar todos os moradores e não deixar o visual com aspecto exagerado

Fonte: ZAP Imóveis

Quando duas pessoas se amam, não significa que elas têm, necessariamente, gosto estético parecido. A afinidade pode ser forte em outros campos, mas quando se trata de qual estilo a casa deve ter, muitas vezes as opiniões se divergem.

Tapete rústico pode ser harmonizado com poltronas modernas do tipo egg chair (Fotos: Divulgação)

Dividir a casa com outra pessoa, seja com o namorado, marido ou amigo, requer flexibilidade também na decoração.

Para agradar todos os moradores, o ideal é investir em um visual que misture os estilos dos residentes da casa. A combinação não deve ser feita de maneira aleatória, mas sim pensando em como unir os dois mundos através da decoração.

“O desafio é grande, mas tudo é uma questão de ceder”, diz a arquiteta Cristina Mioranza.

A profissional afirma que quando existe muita diferença de gosto e estilo, o ideal é tentar buscar a harmonia.

“É possível mesclar os estilos e cabe ousar um pouco na mistura”, diz a arquiteta.

Para ela, é fundamental harmonizar as cores para não errar. “O estilo do casal pode ser diferente, mas as tonalidades do ambiente têm de conversar entre si”, ressalta Cristina.

De acordo com a especialista, utilizar cores que combinam entre si é uma boa saída ao misturar os estilos. “O vermelho, por exemplo, é complementar ao verde, assim como o laranja fica bem com o azul”, diz.

Lumínária moderna dá toque especial à sala com mesa e cadeiras art noveau

A profissional recomenda que os ambientes brinquem com texturas e cores. “Paredes e gessos ganham tons neutros e os itens soltos, como tapete e sofá, podem adquirir cores e estampas”, sugere.

Segundo a arquiteta, é preciso saber balancear para agradar todos os moradores e não deixar o visual com aspecto exagerado.

Os opostos se atraem – Se um dos moradores gosta de decoração retrô e o outro é mais adepto a um ambiente mais contemporâneo, a recomendação de Cristina é usar peças inspiradas nos anos 50 e contrastá-las com um visual mais clean composto por mesas de vidro e espelhos.

Mesclar cadeiras modernas com antigas é uma saída para combinar os estilos dos moradores da casa

Nesse contexto, lustres baccarat ou outros móveis que contêm um pouco da história da família também podem ser inseridos no visual para contrastar com peças mais modernas.

“Quando o ambiente é todo trabalhado no estilo moderno, colocar algumas peças retrô ou vintage faz com que elas se destaquem”, afirma.

O estilo contemporâneo investe em cores neutras, branco e preto, portanto contrastá-lo com os tons vibrantes do retrô pode causar um impacto interessante.

Caso um dos residentes prefira apostar em um tom mais romântico enquanto o companheiro de casa prefere uma decoração contemporânea, não há razões para entrar em conflito.

“É possível compor o ambiente com itens provençais, como móveis antigos pintados ou papel de parede floral, com desenhos de alfazema e tons pastéis, e combiná-lo com uma marcenaria lisa”, diz a arquiteta.

O estilo rústico traz mobiliário acolhedor para dar a sensação de que se está no campo. Quando um dos moradores faz questão de uma decoração mais campestre, a sugestão de Cristina é utilizar pastilhas de pedras naturais na parede.

“Na combinação do estilo rústico com o contemporâneo, as pastilhas podem ser contrastadas com um sofá de couro e janelas de vidro amplas, tapete persa com desenhos geométricos e móveis com acabamento em laca brilho”, recomenda.

De acordo com a profissional, o visual rústico casa bem com tecidos mais elegantes e um visual clean.

Visual rústico casa bem com mobília revestida de tecidos elegantes

O excesso de cores presentes no estilo kitsch, com muitos elementos como pinguins de geladeira, discos e anões de jardim, não deve ser exposto com um outro tipo de decoração que leve tons marcantes.

Quando existe a dificuldade em entrar em um acordo na combinação de estilos, cada integrante da casa pode decorar seu canto preferido a seu modo.

“Neste caso, os moradores devem eleger os ambientes prediletos da casa e focar sua decoração neste cômodo”, orienta a arquiteta.

4 Comentários

  1. Olá. Vou mudar de casa e ganhei uma mesa provençal (herança da minha avó), mas ela tem tonalidade amarelada e não sei com que jogo de sofá ela combinaria. O meu atual é cinza. Acho que devo mudar mas não sei com que tonalidades e modelos combinariam Agradeço alguma dica.Abraços

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.