27/03/2009

Saiba como serão os imóveis do pacote

Fonte: Jornal da Tarde

Ainda não há regras para construção, mas o valor máximo permite antever características

Foto: DivulgaçãoZap o especialista em imóveis

O governo já definiu o valor teto dos imóveis a serem contemplados pelo programa, mas não especificou de que forma serão construídos. Mas, para quem tem renda que varia de três a dez salários mínimos, é possível ter uma ideia se vale a pena participar do programa ou se esforçar para comprar a casa própria sem usar as facilidades.

Para isso, basta analisar os imóveis cujos preços médios variam de R$ 60 mil a R$ 130 mil, valor máximo que será incluído no programa.

Amilton Ferreira, gerente de vendas da Tenda em São Paulo, conta que, em sua empresa, são prédios com 120 apartamentos, sendo quatro por andar e com, no máximo, seis andares; e condomínios fechados com cerca de 100 unidades, que podem ter casas térreas ou sobrados. A área útil varia entre 38 m² e 48 m²

A maioria dessas unidades têm dois ou três dormitórios, sala, cozinha, banheiro, área molhada e uma vaga na garagem e pé direito de 2,6 metros.

Na área comum, possuem portaria 24 horas, playground, espaço gourmet, garagens, quadra poliesportiva e gramada e alguns deles até piscina.

Eles estão localizados em regiões distantes do Centro, mas que possuem fácil acesso para outras regiões através de transporte. Na capital, são bairros, como Guaianazes e Itaquera. Na Região Metropolitana e no Interior do Estado, geralmente estão localizados em Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Suzano, Poá, Ferraz de Vasconcelos, Carapicuíba, Osasco e Santo Amaro, todos com fácil acesso ao trem, Metrô ou terminais de ônibus.

Com relação aos acabamentos, o imóvel é entregue com aplicação de massa em paredes, piso frio em cozinhas, louças e metais sanitários, azulejo na área molhada e no banheiro, portas, batentes e fechaduras; parte elétrica com interruptores e pontos instalados.

Os materiais de construção utilizados, diz Amilton, estão dentro das normas de qualidade. A construtora consegue reduzir o preço com fornecedores, fazendo pedidos em grande escala.

As janelas, diz, são de alumínio anodizado, com vidro liso transparente, as louças e metais pertencem à linha básica das fabricantes, e as portas externas e interna são de madeira pintada.

O piso é de concreto nivelado, exceto para área molhada, que são de cerâmica. É dada a opção para o cliente de personalização do espaço através de kits, que são opcionais. Possuem laje acabada e os sobrados possuem também telha colonial.

PERFIL

– Prédio com 120 apartamentos, sendo quatro por andar e, com no máximo, seis andares; e condomínios fechados com cerca de 100 unidades, que podem ter casas térreas ou sobrados

– Área útil de 38 m2 a 48 m2

– Dois ou três dormitórios, sala, cozinha, banheiro, área molhada e uma vaga na garagem e pé direito de 2,6 m

– Área comum com portaria 24 horas, playground, espaço gourmet, garagens, quadra poliesportiva e gramada e alguns deles até piscina

– Em regiões distantes do centro, mas que possuem fácil acesso para outras regiões através de transporte.

Zap o especialista em imóveisNo alto, ambiente de imóvel da Tenda; acima, planta padrão de apartamentos para famílias que ganhem até três salários

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PADRONIZAÇÃO PARA QUEM GANHA ATÉ TRÊS SALÁRIOS – Para famílias com renda de até três salários mínimos, há especificações para as construções.Os condomínios devem ter 500 unidades por módulo, que podem ser segmentados em 250 unidades. Serão casas térreas de 35 m² ou prédios com 42 m².

As casas terão dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro e área externa com tanque. Terão piso cerâmico no banheiro e na cozinha e cimentado no restante. Alvenaria serão revestidas com azulejos em paredes hidráulicas e box e pintura no restante.

O forro será uma laje de concreto ou constituído de forro de madeira ou PVC. A cobertura terá telha cerâmica.

Nas esquadrias, ferro ou alumínio em janelas, e portas de madeira.

As dimensões dos compartimentos serão compatíveis com o mobiliário mínimo. O pé direito irá medir 2,2 metros na cozinha e no banheiro e 2,5 metros m no restante dos ambientes.

As instalações elétricas e hidráulicas terão pontos definidos e, a última, medição individualizada. O imóvel terá ainda aquecimento solar e térmico.

Os apartamentos serão divididos em quatro pavimentos, sendo 16 apartamentos por bloco. Há a opção de cinco pavimentos e 20 unidades por bloco.

O forro será de laje de concreto com cobertura de telha fibrocimentos. Com relação às características internas, são poucas as diferenças. Uma delas é a altura do pé direito, que será de 2,2 metros para cozinha e banheiro e 2,4 metros para os cômodos restantes.

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.