11/06/2018

Saiba os objetos que não podem faltar no quarto do bebê

Mais do que fofos, esses ambientes precisam ter itens que facilitem a vida dos pais

Fonte: ZAP em Casa

O excesso de enfeites e móveis pode atravancar o quarto do bebê. Então, optar por objetos úteis e essenciais é o melhor caminho para não errar. Dê preferência para os berços que viram caminha e lembre-se que é bom colocar protetor no colchão para facilitar a vida.

“Cesto para roupa suja ajuda muito nos primeiros meses – que são corridos – para não misturar roupa limpa com roupa suja. Lixeira perto do trocador é fundamental”, ensina a designer de interiores Melina Mundim.

As designers de interiores Cris Araújo e Linda Martins, do Maraú Design Studio, explicam que o projeto para o quarto de um recém-nascido deve ser separado em partes: área de descanso, área de troca e área de amamentação.

(Foto: Gustavo Xavier)

“Na área de descanso, o berço é o item mais importante. Na de troca, é a cômoda ou um trocador. A escolha de um ou outro depende do tamanho do quarto. A área de amamentação é muito importante porque é o espaço que a mãe vai ficar muito tempo. Normalmente, nesse local, colocamos uma poltrona confortável”, diz Linda.

Melina pondera que a iluminação precisa ser aconchegante. Se a luminária não tiver dimmer, é bom investir em abajur ou arandela para uma luz mais suave e agradável para o bebê. Porém, é importante que tenha iluminação natural, destaca Cris. “Priorize ao máximo, pois ela proporciona um bem-estar que nenhuma luz artificial consegue reproduzir”.

(Foto: Gustavo Xavier)

Cômoda ou guarda-roupa?

Melina não gosta de cômoda, acha que logo torna-se inútil e um armário dura mais tempo. Ao contrário de Linda. “É um móvel coringa, porque pode ser usado como trocador e depois utilizado no quarto como um móvel complementar do guarda-roupa, que é sempre essencial ter”.

Todas concordam que é ótimo ter perto do trocador uma bandeja com os itens necessários como algodão, pomadas, garrafa térmica com água quente e lenço umedecido. Isso faz com que a troca seja mais rápida, segura e gere menos estresse possível ao bebê.

Tapete e cortina

É muito bom para o aconchego do quarto ter cortina e tapete, diz Melina, orientando a dar preferência aos que não acumulam muita poeira para facilitar a limpeza. Para Cris Araújo e Linda Martins, o tapete dá conforto e a cortina controlará o excesso de luz no quarto.

(Foto: Gustavo Xavier)
(Foto: Rodrigo Tozzi)
(Foto: Rodrigo Tozzi)

+ Aprenda a decorar um quarto infantil a partir do signo do bebê

+ Saiba como escolher papéis de parede para o quarto do bebê

+ Como fugir do óbvio na decoração do quarto do bebê

+ Quarto de bebê pode ter móveis rústicos sem perder a delicadeza

+ Veja 5 dicas de como economizar na decoração do quarto do bebê

+ Saiba o que é indispensável para decorar o quarto do bebê

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.