24/09/2012

Saiba quais os tipos de piso mais indicados para a área da piscina

Saiba quais os tipos de piso mais indicados para a área da piscina

Fonte: Revista do ZAP

Revestimentos atérmicos e antiderrapantes costumam ser os mais adequados

O segundo semestre do ano costuma passar muito rápido e, quando percebemos, já chegou o verão. Para que você possa lagartear ao sol, curtindo o melhor da estação, o Pense Imóveis conversou com o arquiteto Eduardo Grazia sobre os pisos mais adequados para o entorno da piscina. Antes de definir qual será o revestimento dessa área da sua casa, veja o que é preciso levar em consideração.

Segundo Grazia, já há alguns anos, a indústria começou a produzir pisos próprios para áreas externas que costumam ser molhadas, os revestimentos atérmicos e antiderrapantes. E são esses pisos atérmicos, disponíveis em variadas cores, os mais indicados pelo profissional para o uso em volta de piscinas. “Esse material, com características cimentícias, já reúne até peças especiais, como as curvas e bordas para piscinas”, explica.

Além disso, o revestimento atérmico é de fácil manutenção. “O segredo é a limpeza regular com jato de água para limpar a poeira”, diz Grazia. O arquiteto recomenda, ainda, o uso de detergente neutro com esponja para retirar sujeiras localizadas.

Outra opção – mas não a melhor, complementa o profissional, é a pedra caxambu, disponível em peças regulares ou cortadas de formas irregulares. “Em ambas, não tão atérmicas, recomenda-se a aplicação de um produto repelente que manterá por mais tempo as suas características originais”, sugere Grazia. A limpeza pode ser feita da mesma forma que os pisos atérmicos.

Os decks de madeira (em grápia, ipê ou pinus) também costumam ser bastante empregados nesses locais, conforme conta o arquiteto. “São pouco atérmicos e exigem pintura e manutenção regular, deixando-os mais caros ao longo do tempo”, salienta. Caso você escolha essa alternativa, lembre-se de deixar um afastamento entre as ripas de madeira para que a água possa evaporar, evitando o apodrecimento do revestimento.

Por fim, Grazia informa que os pisos cerâmicos ou porcelanatos não são adequados para essas áreas, pois aquecem muito e acabam sendo desconfortáveis na hora de andar de pés descalços.

busca-imóvel-pense vender-imóvel-pense

Tags: arquitetura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.