19/04/2017

Saiba qual é a hora ideal de sair da casa dos pais

Veja o que avaliar para ter certeza de que o momento certo chegou

Fonte: ZAP em Casa

Se você está pensando em deixar o conforto e a segurança da casa dos pais, saiba que talvez não exista um momento ideal para tomar essa decisão.  O importante é estar preparado emocionalmente e com as contas em ordem, mas cada pessoa fica pronta em um momento diferente da vida.

sair da casa
É preciso estar com as contas bem ajustadas antes de sair da casa dos pais (Fotos: Shutterstock)

+ Confira onze dicas para conviver bem numa república de estudantes

+ Veja dicas de sobrevivência para quem mora sozinho

“Muitos jovens sonham em sair de casa, ganhar sua independência. Mas é preciso planejamento para tomar essa atitude. Mesmo que a pessoa seja independente e criativa, ela deve se preocupar principalmente com a parte financeira. Afinal, sair de casa significa não depender mais dos pais”, argumenta a arquiteta Nátali de Mello.

Inicialmente, avalie a sua renda mensal e que porcentagem dela você está disposto a gastar com a sua nova casa. “Pense que, além dos gastos com a nova moradia, você também vai querer passear, se divertir, comprar coisas novas, cobrir gastos com saúde e problemas que possam aparecer, além de também guardar dinheiro”, recomenda a especialista.

lavar louca
Fora da casa dos pais é preciso arcar com todas as responsabilidade do novo imóvel. E isso inclui contas, mobília e tarefas domésticas

Após avaliar o quanto tem disponível por mês é hora de ver em qual tipo de moradia você conseguirá se encaixar. Se o seu orçamento estiver muito apertado, pense em dividir a casa com mais pessoas. Quanto mais gente, mais barato ficará. Morar sozinho sempre será mais caro, mas para aqueles que buscam privacidade, essa é uma boa pedida.

Não esqueça de verificar a média de valores dos gastos mensais básicos no local onde gostaria de morar: condomínio, água, luz, gás e IPTU. Esses valores variam muito de acordo com o local. Mesmo dentro de uma mesma cidade o valor pode triplicar.

Analise o local onde deseja morar: será um imóvel novo ou usado? Se estiver usado e for antigo, pense nos gastos com reformas, como pintura, conserto de armários, forro, infiltrações, entre outros. “Verifique se o imóvel já vem com lâmpadas e luminárias. É um tipo de gasto de que muitas pessoas se esquecem de considerar e que faz muita diferença”, enfatiza a arquiteta. Veja também se os banheiros já estão completos, com box, penduradores e tampas de vaso sanitário.

Se for alugar, prefira os imóveis que já tenham armários embutidos. Assim você não precisa comprar um guarda-roupa ou não precisa gastar com o transporte de um móvel.

cozinha com armarios
Busque imóveis para alugar que já tenham armários embutidos. Assim, você economiza dinheiro com a mobília

Alguns lugares oferecem geladeira e fogão junto com o aluguel. Talvez seja interessante, mas analise se o valor do aluguel compensa considerando a compra desses eletrodomésticos em longo prazo. Dependendo do custo, vale a pena pegar um imóvel sem eletrodomésticos e comprá-los em prestações.

Se decidir dividir o imóvel com alguém, analise se prefere ter seu próprio quarto ou se está disposto a dividi-lo com alguém. Se for dividir com outra pessoa, procure quartos mais amplos. Imóveis com várias suítes oferecem bastante conforto para os moradores, analise se cabem no seu orçamento, pois vale a pena.

Veja ainda se há um local mais tranquilo para ficar sozinho ou estudar. Pense que a casa geralmente estará cheia e, às vezes, é preciso ter concentração. Talvez um quarto extra, uma sala grande com um cantinho reservado ou até mesmo uma varanda seja interessante. A cozinha deve ser maior se o imóvel for dividido por várias pessoas.

Além de todos os itens citados acima, lembre-se de que você precisará investir um pouco em móveis e decoração. Sofá, cadeiras, mesa, escrivaninha e cama são alguns dos itens básicos. Para os que gostam de um lugar mais aconchegante, preveja gastos com pintura, quadros e outros objetos decorativos.

“E lembre-se também de que é preciso fazer manutenção de tudo e que problemas podem surgir na nova moradia. Preveja gastos extras para esse tipo de imprevisto”, aconselha Natali.

+ Conheça 12 ambientes extravagantes das casas dos famosos

+ Confira 10 truques que facilitam a limpeza da casa

+ Veja 10 dicas para deixar seu bicho de estimação mais seguro em casa

+ Librianos sabem combinar diversos estilos na decoração

+ Veja 18 truques de decoração para apartamentos de até 60 m²

2 Comentários

  1. Muito boa a reportagem, mas quando você fala em morar sozinho para ter liberdade e depois sugere dividir e quanto maior o número de pessoas mais barato fica, acabou a liberdade totalmente e iniciou uma grande bagunça e desordem. Então minha sugestão para você que quer morar sozinho é: More sozinho! Vai perder amigos se dividir.Abraço e pronto para discutir e dividir a experiência de quem se viu obrigado a dividir e também morar sozinho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.