08/10/2008

Salão Imobiliário São Paulo cresce a cada edição

Fonte: Editoria Zap

Imóveis populares e para a classe média foram os mais procurados pelos 45.617 visitantes

Zap o especialista em imóveisForam mais de 30 mil unidades disponíveis, sendo 18 mil apenas para fins residenciais

Organizado e promovido pela Reed Exhibitions Alcantara Machado e pelo Secovi-SP (Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais de São Paulo), o 3° Salão Imobiliário São Paulo (Sisp) reuniu 250 empresas do setor imobiliário no período de 25 a 28 de setembro, em uma área de exposição de 35 mil m².

Durante os quatro dias de feira, as construtoras, incorporadoras e imobiliárias presentes ofereceram aos 45.617 visitantes – em 2007 foram 41.419 – diversas opções de imóveis residenciais, comerciais e de veraneio de todas as regiões do Brasil e de países como Argentina, EUA, Espanha e Uruguai. Foram mais de 30 mil unidades disponíveis, sendo 18 mil apenas para fins residenciais. O público também encontrou facilidades na obtenção de crédito imobiliário, já que os 15 bancos e instituições financeiras criaram condições especiais para quem quisesse adquirir um imóvel no evento.

“O Sisp cresce a cada edição. Consolidado como a maior vitrine imobiliária da América Latina, em  2008 dobrou de tamanho em relação ao ano passado. Fechamos a feira com 90% de renovação das empresas presentes neste ano, com todos os bancos e instituições financeiras confirmadas para 2009, o que comprova a força do evento”, informa Eduardo Sanovicz, Diretor de Feiras da Reed Exhibitions Alcantara Machado.

“O Sisp 2008 foi marcado pelo atendimento a todas as classes sociais: unidades habitacionais populares, lançamentos de empreendimentos para a classe média, apartamentos de R$ 5 milhões e imóveis de investimento e veraneio. O visitante encontrou tudo fácil, desde a casa de R$ 59 mil com prestações fixas de R$ 120, ao financiamento direto com a construtora ou o seu banco de preferência, e até os móveis e projetos de decoração para a tão sonhada casa própria”, afirma Ricardo Matrone, Show Manager do evento.

O maior evento do setor imobiliário na América Latina trouxe novidades para esta edição: uma área internacional, denominada Sima Brasil e coordenada pelo Salão Imobiliário de Madri (Sima), o maior do mundo, para a comercialização de imóveis no exterior; o Sisp Corporate, criado para atender à demanda do mercado para unidades comerciais e corporativas, de grande porte e centros de distribuição; e o Sisp Private, local específico para receber e apresentar ao público de alto padrão imóveis e lançamentos, ou ainda estabelecer ações de relacionamento com novos clientes. Mais uma vez, o Sisp apresentou o Home Solutions com soluções e produtos para decoração, automação e serviços; e o Sisp ImoTur, com produtos e empresas com foco no mercado turístico nacional e internacional, com captação de investidores internacionais.

“O Salão Imobiliário 2008 superou as expectativas mais otimistas. O público estava muito interessado e demonstrou confiança no segmento e no financiamento bancário. A procura em alguns estandes de vendas comprovaram que o momento para se adquirir um imóvel é agora. Ficamos muito satisfeitos com os resultados e com o marco que a Semana Imobiliária representa: o início de uma era sustentável, cujo caminho é sem volta e inexorável. Tanto o Master Imobiliário quanto o  Sisp e a Convenção Secovi contribuíram  decisivamente para uma mudança de atitude por parte de todos os que atuam na área e até mesmo os consumidores”, analisou o presidente do Secovi-SP, João Crestana.

Paralelamente ao Sisp aconteceu a 5ª Convenção Secovi, evento voltado para profissionais do setor imobiliário, com o tema “O mercado imobiliário de olho no futuro” e a participação de renomados especialistas internacionais, como Laurence Yun, economista eleito pelo USA Today como um dos 10 melhores dos EUA e vice-presidente da NAR (National Association of Realtors), uma das maiores associações imobiliárias do mundo; e Alexandra Costeau, neta do lendário explorador Jacques-Yves Cousteau, que discutiu a importância da preservação ambiental e a construção sustentável para o setor imobiliário.

O Sisp 2008 e a Convenção Secovi integraram a programação da Semana Imobiliária 2008, que também teve a realização do 14o. Prêmio Máster Imobiliário, organizado pela Fiabci Brasil (Federação Internacional das Profissões Imobiliárias) e Secovi-SP.

Zap o especialista em imóveisCaixa Econômica Federal com estante no Sisp de 2008

Oportunidade de negócios, networking e branding
A Acisa trouxe para a feira o conceito ambiental que trabalha em seus empreendimentos por meio da marca Campos do Conde. Em seu estande, a empresa apresentou um pouco de sua filosofia de respeito ao meio ambiente e às pessoas com quem negocia. Em 150 m², retratou a natureza em um ambiente aconchegante e cenográfico integrando informações sobre sua tradição e seus empreendimentos. Armando Conde, presidente da Acisa, garante que a fórmula do sucesso da empresa e da marca Campos do Conde é composta pelo binômio “método e transparência nos negócios”, gerando via de regra satisfação tanto aos investidores e parceiros quanto aos clientes finais.

Marcel Rivkind, presidente da Breton Actual, expositora do setor de Home Solutions e que apresentou mobiliários e acessórios de decoração, afirmou que a
expectativa em relação a negócios gerados a partir da participação no Sisp é muito positiva. “A feira, sem dúvida, é o evento mais importante no segmento imobiliário de São Paulo.

Além de proporcionar aos expositores oportunidades de negócios, gera acesso a serviços e produtos ao grande público.

O espaço bem localizado e a comunicação forte desse ano, geraram mídia espontânea e atingiu diferentes públicos para o evento. Em geral, atende as expectativas de quem procura entrar ou desenvolver ações no segmento imobiliário”.

A F A Oliva e a Santa Angela, incorporadora e construtora de Jundiaí-SP, participaram do Sisp com o objetivo de criar oportunidades de networking, além da geração de negócios. Com um estande em formato de castelo medieval, os principais produtos apresentados na feira foram dois condomínios de casas em Jundiaí: o Reservato Residenzialle, da Santa Angela, com casas de 3 dormitórios no bairro do Engordadouro; e o Residencial Chácara das Palmeiras Imperiais, da F A Oliva, com casas de 3 ou 4 dormitórios no bairro do Medeiros. Para Carlos Juliani, Gerente de vendas da Santa Angela, “o Sisp é um excelente ponto de encontro para prospecção de clientes, networking e contato com grupos de empresários e investidores de outras regiões. Especificamente nesta edição, notamos como esses grupos ultrapassaram os limites do município de São Paulo: recebemos clientes de outros estados e até estrangeiros. E diferentemente da maioria dos expositores, nós não buscamos fechar negócio já na feira.

Como nossos produtos são em outra cidade, muitas vezes desconhecida pelos visitantes do Salão, nossa estratégia é direcionar esse público para nossos plantões de vendas em Jundiaí. Conhecendo a cidade, acreditamos que as possibilidades de negócio são potencializadas. Mesmo assim, neste ano já conseguimos um retorno imediato, com muitas visitas aos plantões e vendas que ultrapassam R$ 1 milhão, isso nos três primeiros dias do evento. Temos uma expectativa de atingirmos vendas de R$ 5 milhões geradas com prospectos do Sisp. Pode parecer um volume pequeno, mas é um resultado satisfatório sendo que vendemos produtos com uma localização alternativa para grande parte do público do Salão”.

Com 220 unidades habitacionais comercializadas na feira, a Goldfarb apresentou 29 empreendimentos no Sisp. Para Marcello Abbud, gerente de marketing da incorporadora e construtora, “ações e eventos do porte do Sisp são muito importantes para o setor da construção civil.”

A Kauffmann é uma das empresas que participaram do Sisp pela primeira vez em 2008. Segundo Vicente Todaro, Diretor do Grupo Kauffmann, “a empresa está completando 60 anos de existência e resolveu comemorar durante o evento.

Enxergamos que com o aquecimento do setor, é fundamental ampliar o leque de atuação e por isso trouxemos nossas novas unidades de negócios para a feira, a SpazioK, ligada a reforma e construção e a United, imobiliária para a classe média, com o intuito de tornar as marcas mais conhecidas do grande público. Para isso enxergamos que a feira é fundamental neste processo”.

A incorporadora e construtora Plano & Plano superou as expectativas nesta edição. De acordo com Adriane Cardoso, gerente de marketing institucional, “esperamos colher ainda melhores resultados no próximo mês provenientes do feirão 2008. O Salão serve como termômetro do mercado e também para nos aproximarmos de clientes e prospects. Além é claro, de apresentarmos nossos produtos, gerarmos negócios e melhorar a exposição da nossa marca”.

Dados do mercado
O primeiro semestre de 2008 apresentou um crescimento de 33% nas vendas de imóveis em São Paulo, em relação ao mesmo período de 2007, segundo o Secovi-SP. O sindicato informou também que 26% foi o aumento no volume de unidades residenciais lançadas na capital paulista; a média do índice de Venda Sobre Ofertas (VSO) girou em torno de 16,1%; de cada 100 unidades ofertadas, 16 foram vendidas (o maior índice dos últimos cinco anos desde que a PMI mudou de metodologia) e o financiamento imobiliário pelo SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo) registrou cerca de 300 mil unidades financiadas no país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.