21/09/2009

São Paulo e Caixa vão construir 13 mil imóveis

Não há prazo para entrega de todo o lote (Foto: Divulgação)
Não há prazo para entrega de todo o lote (Foto: Divulgação)

Seis meses depois de ter aderido ao programa habitacional do governo federal Minha Casa, Minha Vida, que vai beneficiar famílias com rendimento de 0 a 3 salários mínimos, o governo do Estado de São Paulo assinou ontem acordo de cooperação e parceria para construção de 13 mil unidades habitacionais. As primeiras 1.500 construções estão previstas para ter início em 18 de outubro, em cidades da região metropolitana de São Paulo. Mas não há prazo para entrega de todo o lote. O acordo permitirá beneficiar também municípios com mais de 50 mil habitantes.

A Caixa Econômica Federal vai financiar aproximadamente R$ 650 milhões e a Companhia de Desenvolvimento Urbano (CDHU), empresa da Secretaria de Estado da Habitação, dará contrapartidas entre R$ 6,5 milhões e R$ 195 milhões. Os terrenos são da CDHU ou doações de prefeituras à estatal. O déficit habitacional em todo o Estado é de 880 mil moradias, segundo o governo paulista.

A contrapartida estadual é referente à complementação e adequação ao projeto, já que o programa federal prevê imóveis com dois dormitórios. Um apartamento receberá financiamento da Caixa de R$ 52 mil e uma casa, verba de R$ 48 mil. “Já estamos em licitação para a construção de várias unidades habitacionais. Pelo nosso projeto haverá terceiro dormitório, aquecimento solar nos prédios”, explica o secretário estadual de Habitação Lair Krähenbühl. São Paulo é o primeiro Estado a assinar convênio para a construção de moradias populares com o governo federal dentro do programa.

“A concretização dessa parceria acontece dentro dos prazos previstos. Nós fomos afinando esse processo em função dos projetos disponíveis e que pudessem ser iniciados. É mais do que normal que exista um tempo para os projetos serem maturados. Tivemos que fazer algumas adaptações em função da realidade de São Paulo e achamos que essas contratações não irão parar nessas 13 mil unidades. E já vamos iniciar obras, que isso é que é o importante”, explica Jorge Hereda, vice-presidente de Governo da Caixa.

Krähenbühl diz que a prioridade é construir moradias nas regiões metropolitanas de São Paulo, Campinas, Baixada Santista e cidades com mais de 100 mil habitantes. Segundo o secretário, a demanda será atendida neste primeiro lote pela Secretaria de Habitação, CDHU e prefeituras dentro dos critérios estabelecidos pelo Ministério das Cidades para o programa Minha Casa, Minha Vida.

Pelo programa, a Caixa oferecerá financiamentos com juros menores, haverá isenções e descontos nas despesas com cartório e com seguro de vida.

Além disso, o mutuário terá direito a um seguro contra desemprego e só pagará as prestações quando o imóvel for entregue.

10 Comentários

  1. GOSTARIA MUITO DE SABER SE NA ZONA SUL DE SAO PAULO VAI TER TAMBEM POIS JA NAO AGUENTO MAIS PAGAR ALUGUEL POR FAVOR ME AJUDEM….

  2. boa noite!gostaria muito de saber se na minha cidade(pirassununga) tbm esta tendo essa parceria pq me interessaria muito participar,pq não tenho condições finaceiras de adquirir um imovel,mais sei q com essa parceria e td bem mais barato e mais facil de pagar .por favor peço q me deem alguma notificação .obrigado

  3. parabens sao paulo parabens governo lula este governo nao pode sair nunca deus esta vendo tudo que faz para o povo, estudo e moradia é o mais importante ,as criticas sempre tem faz parte ,,,siga em frente o caminho é este ,haaaa!!nao sou politica nao nem tenho casa mas vou ter se deus quiser .mas meus respeito e admiraçao por este governo e toda esta equipe ,beijos a todos .amo sp. parabens ao governantes de sao paulo .tenho 2 filhos e 1 filha ,criei eles em sao paulo todos estuda .umna usp. e meu lema é DESajuda quem trabalha ,tenho féem deus e nos governantes .rezo por todos voces beijos

  4. o meu sonho é comprar uma casa com escritura para ter mais segurança e sair do terreno da prefeituras tenho conta ativa fgts se possivel 4 quarto para meus sete filhos na região em que moro

  5. e com muita sastifação em saber que a caixa vão construir13mil imoveis.que bom so assim a população vai mora no que e dele e pagar as orestações em dias e saber que e seu o imoveis ele pertence, eu mesmo sou um dele que presizo muito deste espasso para mora,estão de para bem,continua sempre a judadndo a população,a viver em um lugar que ele gosta.eu não vejo a hora de ser soltiado. a minha preferencia e uma casa terrea,não sobrado,obrigado por tudo,

  6. Gostaria de saber se na zona sul de sao paulo se vai ter tambem, e gostaria de obter mais informação sobres entrega e valores e financiamento

  7. MORO EM DIADEMA …GOSTARIA DE TER MEU APARTAMENTO …AQUI EM DIADEMA .E SABER OS PREÇOS. E COMO FINANCIAR.

  8. peço carecidamente ao senhor governo federal e o governo do estado que olha para os pobres não so em época de eleição ,mais sim sempre lembrar que o prbre precisa de uma moradia diquina como qualquer outro sidadão de bem de dinheiro . ja escrivi desde de 1979 para adquirir uma casinha que nwm se chamava CDHU era BHN .esotu chegando a conclusão que p pobre so tem vez´para dar seu voto ,e so do o meu porque so sou forçada ,porque eu sinto ate nojo de tanto politicos mentirosos ,falso ,fingidos e impogritas são 5 itens fundamental para um pobre ter uma vida digna ,educação ,saude,segurança e moradia e emprego .eu espero que esse ano de eleição os candidatos que aparecem na tv com tanta promessa que eles cumprão pelo menos 1/3 do que eles falam.aqui eu decho o meu comentário muito grata MARLY DOS SANTOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.