10/03/2007

Setor aposta no PAC para crescer

Fonte: Jornal da Tarde

Expositores e organizadores da Feicon crêem que mercado cresça cerca de 10% neste ano

Quem pretende construir ou reformar e quer ficar por dentro das novidades do setor tem entre os dias 13 e 17 deste mês para conhecer a 15ª edição da Feicon Batimat, a Feira Internacional da Indústria da Construção, que reúne as principais empresas no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo.

Serão cerca de dois mil lançamentos e mais de 650 expositores apresentando as novas tendências e tecnologias do setor em 78 mil metros quadrados. Além disso, quem passar pelo evento poderá conhecer também a Feicon Batimat Cozinhas e Banheiros e a Feicon Batimat Tintas, que ocorrem simultaneamente ao evento principal.

Os visitantes terão a oportunidade apreciar o que há de mais novo – do alicerce ao acabamento – , de tudo o que envolve o setor construtivo. Profissionais do setor, compradores e consumidores poderão ainda participar de palestras, seminários e cursos.

Os organizadores esperam movimentar R$ 350 milhões em negócios gerados durante a Feicon – R$ 15 milhões a mais que o alcançado na edição passada, em 2006. “Mas acredito que podemos superar tranqüilamente esse número”, prevê o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat), Melvyn David Fox.

Esse otimismo dos organizadores e expositores se deve ao bom momento que o mercado apresenta e no estimado crescimento de 10% do setor, conforme previsto para o ano de 2007.

A medida que promete acelerar a construção civil neste ano foi o anúncio do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento – no mês de janeiro. Entre outras medida, o PAC foi responsável pela isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) de perfis de aço e criou a opção de compra em moradia popular, com incentivo à habitação para a população de baixa renda.

Dessa forma, o pacote reflete-se diretamente no setor da construção que deverá trabalhar para atender à demanda do mercado interno, já que os consumidores passarão a investir mais em construção e reforma.

Motivados pela perspectiva de crescimento do setor, os organizadores e expositores da Feicon devem aproveitar o bom momento para realizar mais negócios. Como explica o diretor da Associação Revendedores de Materiais de Construção de São Paulo (Aremasp), Antônio Carlos Nazar: “O primeiro produto a ser lançado nessa feira foi o PAC, que trouxe perspectivas positivas para o mercado e deverá trazer mais de 200 mil pessoas de público ao evento no Anhembi”.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.