01/02/2010

Síndico profissional: contrato deverá passar por assembleia

Fonte: Jornal Extra

O Projeto de Lei 6518/2009, do deputado Vicentinho (PT-SP), em tramitação na Câmara dos Deputados, autoriza os condomínios a contratar como empregado um síndico que não seja um dos condôminos. A proposta deixa expresso que a assembleia deverá decidir a forma de contratação do profissional e sua remuneração. Atualmente, o Código Civil (Lei 10.406/2002) já prevê que o síndico poderá não ser um dos condôminos, mas não especifica sua forma de contratação. O deputado explica que, segundo o projeto, o síndico poderá ter um contrato de emprego ou outra forma de vínculo, a ser indicada na assembleia do condomínio.

 

LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE LOCAÇÃO

1 Comentário

  1. ESPERO QUE ESTA NOVA LEI VENHA SIM O MAIS RAPIDO POSSIVEL, POIS ENTENDO QUE A FUNÇÃO DE UM SÍNDICO É MUITO MAIS DELICADA DO HOJE SE ENTENDE, SER SÍNDICO É MUITO DIFERENTE DE UM PRESIDENTE DE ASSOCIAÇÃO DE BAIRRO POR EXEMPLO, OU PRESIDENTE DE UMA AGREMIAÇÃO, MAS HOJE É TRATADO SIMILAR.PORÉM UM SÍNDICO NADA MAIS É DO QUE UM ADMINISTRADOR PÚBLICO, SEMELHENTE A UM PREFEITO PORÉM DE UMA PEQUENA ILHA, NO TAMANHO A DIFERENÇA É IMENSA, MAS NO TOCANTE RESPONSABILIDADE ACREDITO SER IGUAL!JOSÉ FERNANDO DE CAMARGO52 MESES JÁ ATUADOS COMO SÍNDICO DE UM COMPELXO 192 APTOESTUDANTE DE ADM PÚBLICA10 ANOS DE EXPERIENCIA EM LICITAÇÕES, ALMOX E FINANCEIRO (EB)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.