23/01/2009

Sobe o aluguel da casa de praia

Fonte: Jornal da Tarde

Diárias estão até 53,51% mais altas em janeiro em relação às cobradas no final do ano

O preço do aluguel para temporada no litoral está mais caro em janeiro do que no último réveillon para os imóveis de dois dormitórios. A informação é de pesquisa do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci-SP) que aponta uma diferença de até 53,51% no caso das casas de dois quartos no litoral norte paulista. A diária média desses imóveis passou de R$ 190 nas festas de fim de ano para R$ 291,67 neste mês.

Filipe Araújo/AE – 8/1/2009Movimento em praia do Guarujá: aluguel para as férias está mais caro

 

 

 

 

 

 

 

 

“Esse tipo de imóvel é mais procurado no período de férias, pois são famílias que alugam e ficam no litoral todo o período. As unidades de dois quartos atendem à necessidade desses grupos”, comenta José Augusto Viana Neto, presidente do Creci-SP.

Para unidades de dois dormitórios, o único local que apresentou redução na comparação entre as festas de final de ano e o primeiro mês de 2009 foi o litoral sul, onde as diárias dos apartamentos caíram 24,50%, passando de R$ 250 para R$ 188,75, em média. Segundo Viana Neto, as unidades com três ou mais dormitórios são mais procuradas para as festas porque podem acomodar famílias maiores.

REAJUSTE – A pesquisa do Creci-SP também mostrou que o preço do aluguel neste verão está mais alto do que no verão do ano passado. De acordo com o levantamento, a diferença chega a 81,22%, nos apartamentos de dois dormitórios na região central do litoral, como Santos e Guarujá. O valor médio da diária subiu de R$ 187 em 2008 para R$ 338,89 agora.

De acordo com o presidente do Creci-SP, o calor tem favorecido a locação no litoral. “No ano passado, choveu muito nesse período do ano e não estava tão quente, o que atrapalhou bastante o mercado e a temporada foi fraca. Neste ano, mesmo as chuvas não estão atrapalhando a temperatura, que continua alta e favorece a procura por imóveis nas praias”, afirma Viana Neto.

Ele também acredita que neste ano haja mais imóveis disponíveis do que em 2008. Viana Neto afirma que os investidores voltaram a aplicar em imóveis para locação no verão como forma segura de renda extra.

No entanto, ele lamenta que o dia 25 de janeiro, feriado de aniversário da capital, seja um domingo. “Sempre é o melhor período de locação depois dos feriados de final de ano e carnaval”, comenta. “Mas esperamos que o carnaval este ano bata o recorde de movimento se a temperatura continuar alta”, completa.

DIFERENÇA – Em um ano , o maior reajuste no litoral norte ficou para as casas de três dormitórios, cuja diária subiu de R$ 338,89 em média para R$ 462,92, uma alta de 36,60%

As quitinetes também sofreram forte alta do verão do ano passado para este. Nas praias centrais do litoral paulista, a média de preço passou de R$ 104 para R$ 175, o que representa um reajuste de 68,27%

O litoral sul é o que tem a maior queda de preços na comparação do aluguel entre o réveillon e janeiro. Quase todas as unidades ficaram mais baratas neste mês, com destaque para as casas de três quartos, com baixa de 25,79%

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.