26/01/2008

Textura em paredes e fachadas

Fonte: Jornal da Tarde

A beleza rústica e a durabilidade fizeram do ‘grafiato’ um dos preferidos nas fachadas

DivulgaçãoZap o especialista em imóveisPrédio projetado por Paulo Lisboa com revestimento em textura acrílica

Conhecido popularmente como grafiato, a massa acrílica riscada ou textura riscada ou em relevo ganha cada vez mais adeptos, principalmente para o revestimento de paredes externas e de fachadas.

O termo grafiato vem do nome de uma textura da marca Reviplast e acabou virando sinônimo de textura riscada, como aconteceu com diversos produtos como as palhas de aço (Bombril) e os alvejantes (Cândida).

O principal motivo da popularidade da massa acrílica é a sua durabilidade, o que, em fachadas e paredes externas, é potencializado pela repelência à água. Dentro de casa, a textura virou moda, mas fabricantes e arquitetos garantem que a preferência dos consumidores ainda é para o uso externo.

“Dentro de casa o grafiato pode ser usado, mas sem excesso. Em um ambiente mais rústico, como uma casa de praia e combinado com um piso de pedra, por exemplo, o resultado é muito bom”, explica o arquiteto Paulo Lisboa, vice-presidente de planejamento da Associação Brasileira de Escritórios de Arquitetura (AsBea).

Outro ponto forte da textura é o custo-benefício. Apesar de ser mais cara do que a tinta acrílica, a massa acrílica ébem mais barata que outros revestimentos e oferece uma boa proteção para as fachadas, especialmente em prédios, que têm áreas maiores para serem revestidas. “A textura é uma boa solução, principalmente para regiões como São Paulo. Pode ser composta com outros materiais, até de custo maior, e fica
valorizada na composição”, diz Lisboa.

O segredo da durabilidade e da resistência à intempéries da textura é a sua composição, uma resina misturada com cargas minerais quartzoladas de diversas granulometrias a com os pigmentos que dão a cor ao material. Além da durabilidade, a textura praticamente não desbota.

No mercado, são várias as opções do ‘grafiato’. A Suvinil tem
disponível o Texturatto  Renaissance e outras texturas com granulações menores. A Sherwin Williams tem uma textura acrílica chamada texturarte, com cores prontas e mais de mil cores que podem ser feitas pelo sistema Color (tintométrico), o mesmo que faz as cores das tintas da marca.

Há “”mil”” opções de cores

Divulgação Zap o especialista em imóveisCasa projetada por Gislene de Paula

A arquiteta e decoradora Gislene de Paula é adepta da textura riscada, ou massa acrílica, para fachadas. “O resultado é tão
bom que estou fazendo na minha própria casa”, diz Gislene.

Para a arquiteta, as grandes vantagens são a durabilidade e o efeito visual, “O efeito é bonito e é um material que dura. É mais caro que a tinta acrílica, mas dura bem mais”, explica. “A questão do acabamento também é importante, a parede não precisa estar lisinha, o grafiato faz o acabamento”, diz.

Dentro de casa, a arquiteta prefere evitar a textura. “Dou preferência a paredes lisas e composição com cores”, completa.

Das cores, a arquiteta Gislene prefere o branco, mas o grafiato
pode ser encontrado no mercado em até mil opções de cores. Se o morador enjoar da cor ainda pode repintar.

Segundo o coordenador da Suvinil Eder Pereira, basta fazer uma limpeza com jato de água e pintar por cima, com qualquer tinta, menos as tintas com acabamento brilho. A limpeza, aliás, deve ser feita periodicamente para tirar o pó. A textura acrílica riscada será um dos temas discutidos pela Associação
Brasileira de Escritórios de Arquitetura (AsBea) em março,
em um seminário sobre fachadas na capital paulista.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.