23/03/2016

Confira um guia completo de tintas para casa

Saiba tudo sobre os tipos que existem no mercado e não erre mais na escolha das cores

Fonte: ZAP em Casa

Basta pensar em uma cor presente na natureza. Possivelmente vai haver uma tinta nesse matiz. E se não existe, você consegue criá-la. São infinitas as opções de tons no mercado. E muitos também os tipos de tintas. Neste guia você será capaz de esclarecer todas as suas dúvidas sobre o assunto:

Escolhendo a cor

tintas_escolha
Para não ter dúvidas na hora de pintar a parede faça um teste! Pinte apenas um pedação para ver se é a cor ideal (Foto: Reprodução/Shutterstock)

As cores são muito importantes para determinar as sensações que os ambientes irão proporcionar e podem assumir diferentes significados de acordo com o contexto no qual está inserida. Se a ideia é usar uma cor diferente na parede, vale fazer testes antes de abrir um galão. É o chamado “teste da cor”. Compre latas pequenas das tintas que mais gosta e pinte pequenos quadradinhos na parede.

+ Os segredos dos pintores: Confira dicas para pintar a casa

+ Confira dicas para não errar na pintura das paredes da casa

+ Veja quais cores de tintas serão tendências em 2016

 

Os tipos de tinta

tintas
Para cada tinta existe o pincel certo. Por isso fique atento (Foto: Reprodução/Shutterstock)

As tintas mais usadas nas residências são latex PVA ou acrílica. Elas servem para tetos e paredes. Já as tintas esmaltes são indicadas para a cobertura de madeiras, em peças como rodapés e portas.

Para os azulejos, as usadas são as do tipo epóxi. Não é possível usar a mesma tinta para pintar locais distintos, pois as coberturas e absorções são diferentes.

+ Tinta lousa entra em cena na decoração de ambientes residenciais

+ Evite erros na hora de escolher a tinta para sua casa

+ Aprenda a fazer textura de parede no estilo Chevron

+ Saiba tudo sobre tintas para casa e evite erros

Aplicação do produto

guia_tintas
Antes de pintar qualquer superfície, certifique-se de que ela esteja corretamente preparada (Foto: Reprodução/Shutterstock)

Quanto melhor for a qualidade da tinta, menos demãos, menos tempo entre as demãos e maior a durabilidade da pintura. Antes de pintar qualquer superfície, certifique-se de que ela esteja corretamente preparada.

Evite a aplicação de produtos em áreas externas em períodos chuvosos, quando houver a ocorrência de ventos fortes, sob insolação direta, ou quando houver condensação de água na superfície.

Nunca utilize cal como fundo de pintura. Sobre caiação, elimine as partes soltas ou sem aderência, remova o pó e aplique, previamente ao esquema de pintura, uma demão de fundo preparador.

Não se recomenda realizar retoques sobre a pintura. Nas situações que necessitem de retoque, deve-se executar um processo de repintura de toda a superfície.

+ Aprenda a escolher o melhor acabamento de tinta para a sua casa

+ Veja 11 maneiras de mudar a cara da sua parede

+ Mude o visual da sua parede com a pintura ou textura decorativa

+ Faça você mesmo textura de parede com efeito lenhado

Antes da aplicação, misture bem o produto com espátula larga e rígida, até sua perfeita homogeneização.

Na aplicação, espalhe bem o produto para maior uniformidade, evitando escorrimentos e depósitos excessivos de tinta. “É importante utilizar o material correto para que a pintura tenha durabilidade e fique de acordo com a expectativa”, explica Nara Boari, gerente de Marketing de Produto da Suvinil.

+ Pintura valoriza imóvel na hora da venda. Veja por onde começar

+ Pintura – Faça você mesmo o efeito quadrado na sua parede

+ Veja dicas para transformar azulejos velhos com pintura ou adesivos

Muita gente mistura água na tinta, na tentativa de fazer o material render mais. Mas a prática é errada. “Não deve misturar águas, se os procedimentos de uso da tinta não pedem. Misturar água na tinta, estraga a tinta, não rende mais”, ensina a arquiteta Ana Cristina Tavares, da KTA – Krakowiak& Tavares Arquitetura.

A pintura recém executada deve ser protegida contra a incidência de água, poeira e de contatos acidentais durante o tempo de secagem total do produto.

Quantidade e armazenagem

como_pintar_a_casa
A lata deve estar bem fechada e colocada em um lugar sem variação de temperatura. É importante averiguar a data de fabricação e prazo de validade na hora de armazenar (Foto: Reprodução/Shutterstock)

A metragem quadrada do local a receber a pintura está relacionada a um litro de tinta distribuída. É bom saber que cada marca tem um rendimento aproximado, e que ele geralmente varia de fabricante para fabricante. O bom é consultar um especialista. Aconselha-se comprar latas de tinta ao invés de galões se for pintar uma área muito grande.

Depois de terminar de pintar a casa é possível armazenar o resto de produto. Só fique atento sobre a armazenamento. “A lata deve estar bem fechada e colocada em um lugar sem variação de temperatura. Mas é muito, muito importante averiguar a data de fabricação, prazo de validade e saber que cada marca de tinta tem uma maneira de armazenar, bem como durabilidades diferentes”, orienta a arquiteta e sócia de Ana, Claudia KrakowiakBitran.

+ Funcionais, tintas podem ser usadas como isolantes térmico e acústico

+ Calculadora de tinta ajuda a economizar nos gastos da reforma. Conheça outras ferramentas

+ Veja cinco dicas para pintar quartos de crianças

+ Saiba como evitar que respingos de tinta estraguem o piso e os móveis da sua casa

+ Candy colors viram tendência na decoração

+ Decoração amarela deixa qualquer ambiente mais alegre

 

 

+ Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Informe seu nome e e-mail no espaço para comentários desta matéria. Os dados não serão publicados nessa página

3 Comentários

  1. Eu quero um opinião sobre as cores para pintar minha casa!
    Quais são as cores para quartos, sala de visitas,sala de estar, cozinha etc.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.