24/09/2006

Tipos de lâmpadas mais usados

Fonte: O Estado de S. Paulo

Incandescente, halógena e fluorescente: usos diversos.

Veja abaixo, as características e funções dos quatro tipos de lâmpadas mais utilizados. As informações são da Osram.

Incandescentes

Podem ser equipadas com dimmer, utilizadas em lustres, arandelas, plafonniers, abajures, etc. As versões com o bulbo claro proporcionam luz brilhante. O acabamento leitoso reduz o ofuscamento e atenua a formação de sombras. As lâmpadas com tratamento espelhado resultam em uma luz concentrada e com maior intensidade.

Fluorescente tubular 

São a clássica forma para uma iluminação econômica. A alta eficiência e a longa durabilidade garantem aplicação em diversas áreas residenciais, comerciais e industriais. A grande revolução das fluorescentes, ao longo dos anos, ficou por conta da redução do diâmetro e melhoria da qualidade da luz.

Fluorescente compacta 

Com design moderno e compacto, oferecem excelente qualidade de luz, alta eficiência energética, longa durabilidade (até oito vezes maior que as lâmpadas incandescentes comuns), excelente distribuição de luz e com uma diversificação capaz de atender às mais diferentes necessidades de aplicação, sejam elas comerciais, industriais ou residenciais.

Halógenas

As lâmpadas halógenas possuem luz brilhante, que possibilita realçar as cores e objetos com eficiência energética maior do que a das lâmpadas incandescentes comuns. Por serem compactas, as lâmpadas halógenas são utilizadas nas mais diversas luminárias, desde pequenos spots até wallwashers, oferecendo liberdade para a criação de diversos ambientes. Em termos de economia, as lâmpadas halógenas oferecem mais luz com potência menor ou igual à das incandescentes comuns, além de possuírem vida útil mais longa, variando entre 2.000 e 4.000 horas.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.