05/06/2009

Tire suas dúvidas sobre revestimentos de piso e parede

Fonte: O Globo

Durante o mês de junho, a arquiteta Dorys Daher esclarece as questões dos leitores sobre trocas de piso, tipos e cores de tinta e laminados

Rio de Janeiro – Você pretende cobrir aquele piso antigo e desgastado de madeira com laminados? Ou, quem sabe, pintar os azulejos da cozinha para mudar o visual do ambiente? Antes de fazer uma transformação na parede ou no piso da casa, o melhor é fazer uma consulta a um profissional da área. Pensando nisso, o site do Morar Bem, convidou a arquiteta Dórys Daher para participar do Tire Suas Dúvidas sobre Revestimentos. Até o fim de junho, ela vai esclarecer as questões dos leitores sobre trocas de piso, tipos de tinta, cores e materiais adequados para ambientes pequenos, grandes, internos e externos. Em entrevista, Dórys explica alguns procedimentos que devem ser feitos ao se pensar em mexer no revestimento de piso e parede.

Numa reforma em que se quer rapidez e economia, é possível pintar azulejos da parede do banheiro e obter um bom resultado?
Você tem um bom resultado de imediato e fantástico. É uma ótima opção para quem está querendo economizar gastos. Mas, vale o morador ter alguns cuidados. A tinta branca específica para azulejo, por exemplo, fica amarelada com o tempo. Mas há uma opção de tinta que pode ser mais duradoura, conhecida como epóxi. Eu recomendo a que seja à base de água, pois seca mais rápido e não exala mau cheiro. Ao contrário da que é preparada com óleo. Para tirar a marcação das juntas entre os azulejos é preciso nivelá-los, antes da pintura, com massa de cimento e cola. Vale ressaltar que não é recomendável o uso de tinta no piso, pois ele se desgasta rápido.

Num ambiente pequeno fica agradável usar cor em uma das paredes?
Recomendo o uso de cores que não sejam muito escuras e apenas para marcar algo na decoração que queira chamar a atenção. Além disso, a pintura deve ser feita em um lugar estratégico, que não torne menor o espaço.
No caso de um apartamento com piso em cerâmica, é preciso retirá-lo para a colocação de piso em madeira?
Se o morador optar pelo uso de madeira maciça, sim, o piso de cerâmica deve ser retirado. Só não será necessária a retirada da cerâmica se o piso escolhido for de madeira flutuante que. Este oferece muito bom resultado. Nesse caso, o material é posto sobre uma manta niveladora, que cobre o piso existente.

Quando é recomendada uma pintura acrílica ou PVA?
O acrílico é recomendado para áreas externas, por ser resistente às intempéries do dia. Na área interna é aconselhado o uso em áreas que precisam ser constantemente lavadas, como o banheiro e a cozinha. O PVA deve ser usado em áreas internas. Se a parede que recebeu este tipo de tinta estiver muito suja, o melhor é pintá-la de novo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.