22/05/2010

Tire todas as suas dúvidas e realize o sonho da casa própria

Tire todas as suas dúvidas e realize o sonho da casa própria

Fonte: Revista do ZAP

Não consegue comprovar renda? Quer saber se o que você ganha paga a prestação? Ou precisa entender como funcionam as prestações? O Pense Imóveis dá todo o serviço

Tenho uma casa não regularizada e sem escritura, em área pública. Posso comprar imóvel pelo Feirão da Caixa?
Tendo capacidade de pagamento, sim. Quem não for mutuário poderá acessar o programa Minha Casa, Minha Vida. Famílias com renda entre três e dez salários mínimos poderão comprar um imóvel pelo programa no Feirão.

A minha renda e a da minha mulher é de R$ 1.850. Existe chance de comprar algum imóvel sem comprometer a nossa renda?
Sim. A Caixa observa o comprometimento de até 30% da renda familiar bruta. Com esta renda, o casal comprometerá do orçamento no máximo R$ 540 com a prestação.

Como funciona o financiamento? A prestação é sempre do mesmo valor?
As prestações são decrescentes, ou seja, tornam-se menores a cada mês e não geram saldo devedor no final do financiamento. O valor da prestação é formado pela amortização (pagamento de toda ou parte de uma dívida dentro de um determinado prazo, é parte da prestação que você paga todo mês quando faz um financiamento), os juros e o valor do seguro.
 
Para se calcular o valor do juro é levado em conta o valor do imóvel e a faixa de renda familiar. As taxas variam entre 4,5% e 11,5%.

O cálculo do seguro é feito conforme a idade de quem vai tomar o financiamento.

Quais são os tipos de financiamentos que existem? Vale para imóveis novos e usados?
Os tipos de financiamento disponíveis no feirão são Programa Minha Casa, Minha Vida (linha FGTS), Carta de Crédito FGTS, Carta de Crédito Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE).

Os financiamentos valem para imóveis usados, novos, ou na planta. Os imóveis do programa Minha Casa, Minha Vida são novos (com habite-se emitido a partir de 26 de março de 2009), em construção ou na planta.
 
Se eu comprar o imóvel apenas com a minha renda, em 20 anos, e ficar sem renda em dois anos, posso perder o imóvel?
Há a possibilidade de renegociação, ampliação de prazos. A retomada (quando o proprietário perde o imóvel por não conseguir pagar as prestações) só ocorre em último caso.
 
Quais são as taxas que devem ser pagas ao comprar o imóvel, além da prestação do imóvel?
Logo que é feito o financiamento, a pessoa paga a taxa do seguro do imóvel. A primeira prestação só é cobrada em 30 dias. A próxima taxa a ser paga é a de transmissão do imóvel (ITBI) e a taxa do registro do imóvel. Geralmente, as taxas somam 1% do valor do imóvel, mas podem chegar a 3%.
 
Posso antecipar o pagamento das prestações?
Não. Se a pessoa dispuser de um valor e quiser abater na dívida, poderá solicitar o cálculo para diminuir o valor das prestações ou reduzir o prazo.
 
O FGTS pode ser usado para a compra do imóvel? Quais as exigências?
Sim. Trabalhadores que possuem FGTS (tempo de trabalho mínimo de três anos sob regime do FGTS) podem utilizar o saldo da conta para reduzir o financiamento ou para a compra total, desde que o imóvel tenha avaliação de até R$ 500 mil e o comprador não seja proprietário de imóvel na cidade ou no município limítrofe de onde resida ou trabalhe.
 
Dá para reunir a renda dos filhos adultos e que trabalham para a compra do imóvel?
Sim. Não há limitação para a composição da renda, não importando se as pessoas são parentes ou não.
 
Sou autônomo, não tenho como comprovar renda. Como posso fazer?
Para quem não tem emprego com carteira assinada é indispensável a comprovação da capacidade de pagamento por meio de extratos bancários, fatura dos últimos meses do cartão de crédito, ou comprovante do pagamento de aluguel.
 
Estou pendurado no SPC (Serasa, etc). Posso contrair financiamento?
Não. É preciso estar com o cadastro regular. A medida que a situação for regularizada, não há carência para tomar um financiamento.
 
Tenho outro imóvel, escriturado. Já está pago (ou se ainda estiver pagando). Posso pegar o financiamento?
Se para comprar o imóvel foram utilizados recursos do FGTS, não será possível pegar outro financiamento nos mesmos moldes, a menos que o imóvel já adquirido seja vendido ou entre no negócio. É possível pegar financiamento se for com recurso de poupança (SBPE), que possui juros um pouco maiores.
 
Quais são as faixas de financiamento?
Com renda de até dez salários mínimos, para aquisição de imóvel de até R$ 130 mil, usando recursos do FGTS, é possível financiar 100% do imóvel. Acima desses valores, é possível financiar até 90% utilizando Carta de Crédito Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE).
 
Como é feito o financiamento? É automático?
Com a documentação em dia, o preenchimento dos formulários da Caixa, e a análise do crédito, leva em torno de 15 dias para a assinatura do contrato.
 
Posso fazer sem entrada? O que é melhor?
Sim. Dependendo da renda bruta familiar e do valor do imóvel. Se a família tiver condições de dar uma entrada é recomendável, para reduzir o impacto da prestação do financiamento na renda mensal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.