04/03/2007

Um bairro dentro de um bairro

Fonte: O Globo

Barra Bonita cresce dentro do Recreio dos Bandeirantes

Fabio RossiZap o especialista em imóveisA Barra Bonita, que ocupa 800 mil metros quadrados: para a prefeitura um loteamento

A viagem é longa. E o local, ainda precisa de, digamos, retoques: mais iluminação e podas de árvores, por exemplo. A busca por qualidade de vida, no entanto, tem feito da Barra Bonita — espécie de mini-bairro dentro do Recreio dos Bandeirantes — uma das novas apostas do mercado imobiliário. Grandes construtoras lançam condomínios de prédios e casas, com preços por unidade que variam de R$150 mil a R$300 mil.

A área, que ocupa cerca de 800 mil metros quadrados, começou a se desenvolver em 1988, com um projeto de revitalização e urbanização da construtora Santa Isabel. O local ganhou ruas, pracinha, ciclovia e guaritas de segurança. Em 1990, foi erguido o primeiro prédio. Em 2002, a região ganhou o prêmio de melhor projeto em urbanismo e desenvolvimento da Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi).

Agora, no entanto, outras construtoras descobriram a Barra Bonita. Rossi Residencial, Carmo e Calçada, Zayd e Santa Cecília são algumas delas. Entre os atrativos, há o Recreio Shopping, colado à área, e a proximidade com as praias do Pontal, Macumba, Prainha e Grumari.

Síndica do edifício Villa Bella, Virgínia Sobral conta que um grupo de moradores está formando uma associação para zelar pelo bairrinho — na realidade, de acordo com a prefeitura, a Barra Bonita é um loteamento:

— Também temos problemas de conservação e manutenção. Mas a Barra Bonita conserva um ar bucólico que nos dá uma qualidade de vida melhor — destaca Virgínia.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.