01/10/2013

Um clássico sempre atual: por que vale a pena investir no móvel de palhinha?

Um clássico sempre atual: por que vale a pena investir no móvel de palhinha?

Fonte: Revista do ZAP

De fibras naturais, sintéticas e pintada de branco, preto ou até mesmo dourada, a palha nunca sai de moda

Também chamada de “palha de Viena”, por ter se tornado conhecida na cidade austríaca no século 19, a palhinha virou um elemento muito popular no Brasil a partir dos anos 1950. Desde então, é considerada um clássico e surge no acabamento de diferentes tipos de móveis, desde projetos clássicos até os mais contemporâneos.

“A palhinha é um elemento que confere elegância aos ambientes e também está associada à nobreza, uma vez que já apareceu em peças como a poltrona Luís 15 e cadeira medalhão”, explica a decoradora paulistana Maria Cristina Bahia, ao citar o berço com cabeceira e peseira no material (abaixo).

Palhinha-Decoração


Mesmo eternizada em cadeiras e poltronas, a palhinha se reinventou ao longo dos anos e passou aparecer também em outros tipos de mobiliários. Isto porquê, além do toque de clássico nos espaços, a palhinha dá outras características aos cômodos. Por ser uma trama vazada, agrega à decoração indiscutível leveza, além de um toque natural.

Tal característica foi o que levou o designer de interiores Marco Dias Reis a desenhar uma cabeceira de palhinha, para o Quarto do Rapaz, seu ambiente em exposição na mostra Morar Mais Por Menos em Belo Horizonte.

“Queria um material que trouxesse aconchego e personalidade e que, ao mesmo tempo, permitisse a passagem da luz”, explica o designer.

A escolha da palha natural foi a mais acertada, uma vez que a cabeceira vai até o teto e a cama está posicionada no centro do quarto.

“O acabamento proporciona aconchego e tradição e, quando inserida num espaço mais moderno, cria uma personalidade própria”, analisa o designer.

Outro trabalho onde as poltronas de palhinha foram fundamentais é neste projeto de interiores realizado pelo arquiteto Marcelo John (foto abaixo).

Palhinha-Decoração

“Como o vão da janela é mais baixo do que o normal, escolhi duas cadeiras com encosto de palhinha que não tapassem a vista que se tem atrás. Caso contrário, seria um visual perdido”, explica.

Leia mais:
>> Misturado a peças atuais, móvel clássico ganha cada vez mais espaço em casa
>> Novidades em materiais, cores e acabamentos invadem as paredes
>> Veja oito móveis multifuncionais que otimizam os espaços da casa

Tags: arquitetura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.