26/01/2009

Um dos pisos é a sua cara

Fonte: Jornal da Tarde

Veja os tipos de pisos de calçadas permitidos pela legislação atual

Foto: Marcelo Ximenez/AE

Concreto Moldado In Loco – Pisos de calçadas feitos no local com a própria massa de concreto espalhada, geralmente, em moldes armados sobre a terra ou o piso anterior. São práticas pois dispensam maiores cuidados e desenhos elaborados. Podem ser decorados com acréscimo de detalhes coloridos, como placas de ladrilho hidráulico.

Divulgação

Ladrilho Hidráulico – É o mais caro dos revestimentos permitidos, mas o mais comum de se ver nas calçadas da cidade (veja também a foto na capa deste caderno). Com desenhos geométricos ou lisos, permitem várias combinações, sendo muito usados pela resistência e facilidade de se encontrar nas lojas de material de construção.

Eduardo Nicolau/AE

 Bloco Intertravado – Opção das mais econômicas, pois são feitos de concreto em formatos de fácil manuseio. Como podem ser produzidos com corantes, esse tipo de piso permite a formação de mosaicos decorativos ou de desenhos geométricos. A colocação dispensa o uso de cimento, pois podem ser encaixados com areia.

Divulgação

Placa pré-moldada de concreto – É uma espécie de revestimento normal, mas feito de concreto. Em tamanhos maiores que os blocos intertravados, necessitam de massa para sua fixação ao contrapiso, também indispensável para esse tipo de revestimento. São baratos devido a sua simplicidade e material básico.

LEIA MAIS:

Vegetação faz diferença

Piso verde drena água e refresca exteriores

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.