06/09/2010

Um terço dos imóveis ofertados em julho foi alugado no mesmo mês

Um terço dos imóveis ofertados em julho foi alugado no próprio mês. É o que aponta o Índice de Velocidade de Locações (IVL), que mede as chances de um imóvel ser alugado no mês em que é ofertado para locação. Registrado pela imobiliária Apsa, o índice atingiu 33,33% em julho, contra 27,88% do mês anterior.

A Tijuca foi o bairro que mais se destacou. Além de apresentar o índice mais alto da cidade, teve uma forte aceleração em comparação com o mês anterior, saltando de 16,13% para 69,23%. Uma alta que, de acordo com o gerente-geral de imóveis da Apsa, Jean Carvalho, tem justificativas.

“Além de a Tijuca oferecer bons preços e infraestrutura, a implantação recente de Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) levou maior sensação de segurança ao bairro. A Tijuca está recuperando o seu potencial. Durante muito tempo, os preços despencaram.”

O Flamengo ficou com a segunda colocação, mantendo-se estável na faixa dos 60%. Já o Leblon alcançou o mesmo nível, mas com um aumento significativo, já que, no mês de junho o índice foi de 45,45%. O de Botafogo também aumentou, subindo de 33,33 para 42,86%.

O Centro, onde as locações comerciais costumam ser maioria, também teve alta, saindo de 5,71% para 10,71%.

Segundo levantamento do Secovi Rio, as imobiliárias chegam a receber 15 pessoas interessadas num único imóvel. Em muitos casos, a fila de espera demora meses, segundo o vice-presidente de Assuntos Condominiais do Secovi Rio, Leonardo Schneider:

“Com o trânsito piorando, as pessoas estão migrando para áreas próximas ao trabalho, a fim de facilitar o deslocamento. Além disso, a cidade está recebendo um número crescente de estudantes de outros estados, sem falar nos empregados de multinacionais. Nesses casos, a locação é a solução mais cômoda, daí o aumento na demanda.”

LEIA MAIS:

Secovi discute mudanças na Lei do Inquilinato

Ações locatícias crescem 21,3% em julho

Projeto pode proibir proprietários de imóveis de vender e alugar vaga na garagem para pessoas de fora do condomínio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.