30/11/2010

União prorroga corte de IPI da construção

Fonte: Jornal da Tarde
(Foto: Divulgação)
A construção civil é avaliada por Mantega como um dos motores da economia (Foto: JF Diorio/AE – 12/5/2010)

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou ontem a prorrogação por mais um ano da desoneração do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para produtos da construção civil. “Os produtos que já estão desonerados continuarão por mais um ano”, disse. Segundo ele, o governo federal vai renovar também o sistema vigente para a cobrança do PIS/Cofins para o setor.

O governo prepara as medidas e a renovação da desoneração para entrar em vigor em 1º de janeiro, com a posse da presidente Dilma Rousseff, disse Mantega.

O anúncio foi feito durante almoço para empresários da construção civil, no congresso brasileiro do setor, na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), em São Paulo.

O ministro afirmou que estudará também outras medidas propostas pelos empresários referentes à cobrança do IPI e da Cofins, além da extensão do benefício a outros setores. Sem dar mais detalhes, o ministro disse que, para isso, terá uma nova reunião de trabalho com empresários.

“E vamos continuar viabilizando mais crédito porque (a construção) é um setor que precisa de muito crédito”, disse, ao anunciar a prorrogação. “Vamos continuar com as desonerações. Isso é uma palavra chave aqui no encontro”, emendou. Os empresários, é claro, vibraram e aplaudiram a promessa do ministro da Fazenda.

LEIA MAIS:

IPI de linha branca pode ter noca redução

Desconto do IPI dos materiais de construção pode se tornar permanente

Indústria de linha branca faz feirões para desovar estoques

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.