18/11/2008

Use e abuse do FGTS

Fonte: Jornal da Tarde

O fundo de garantia é a salvação para quem não tem condições de comprar imóvel à vista

Especialistas em finanças costumam recomendar a compra do imóvel à vista ou com a maior entrada possível. O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), depositado mensalmente pela empresa para os funcionários com carteira assinada, é um grande aliado nesse momento. O saldo pode ser usado para pagamento total ou parcial do imóvel.

Sua utilização é sempre vantajosa no caso de amortização de financiamentos. Depositado, ele tem baixo rendimento – taxa de referência (TR) mais 3% ao ano -, enquanto os juros bancários para empréstimos imobiliários chegam a 12,5%.

Para obter o benefício, segundo a Caixa Econômica Federal, o interessado deve provar que trabalha há pelo menos três anos sob o regime do FGTS para a liberação e não pode ser proprietário de outro imóvel. A casa ou apartamento tem de ser urbano, ficar no município onde ele exerce sua ocupação principal, numa cidade vizinha ou na mesma região metropolitana, onde deve morar há pelo menos um ano. O valor do bem não pode ultrapassar R$ 350 mil.

Construção
O FGTS pode ser usado tanto em imóveis novos e usados, quanto na construção ou em consórcio imobiliário (aquisição). Mas não é liberado para compra de terreno ou reforma. Caso o dono anterior tenha usado o FGTS há menos de três anos para amortizar dívidas do imóvel em negociação, você não poderá utilizar o seu fundo nesse bem. O mesmo vale para você em relação a eventual moradia anterior.

O imóvel vai passar por uma avaliação de engenheiro ou arquiteto determinado pelo banco e deve apresentar ?plenas condições de habitabilidade e ausência de vícios de construção e estar devidamente matriculado no Cartório de Registro de Imóveis de sua circunscrição?, segundo a Caixa.

Para utilizar o FGTS, o comprador deve ir a qualquer agência da Caixa Econômica Federal. Os primeiros documentos pedidos serão a carteira de trabalho, extrato da conta vinculada ao fundo e CPF. Além disso, são requeridos o contrato de financiamento e a última parcela paga (não pode haver prestações em atraso).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.