22/02/2010

Valorização de até 30% dos imóveis

Fonte: O Globo
Por causa da UPP, imóveis da Tijuca registram aumento de até 30% (Foto: Divulgação)
Por causa da UPP, imóveis da Tijuca registram aumento de até 30% (Foto: Divulgação)

A polícia tem informações de que os principais chefes do tráfico de morros da Tijuca teriam fugido, durante o carnaval, para a Favela Vila Cruzeiro, no Complexo do Alemão. A fuga teria ocorrido devido ao anúncio de que a Secretaria estadual de Segurança pretende instalar em março, no Morro do Borel, a primeira Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Zona Norte. Como revelou Ancelmo Gois em sua coluna no Globo, a decisão de ocupar favelas da Tijuca adiou a implantação de UPPs nos morros da Rocinha e do Vidigal. A Tijuca tem 12 favelas dominadas por traficantes armados. Em nota, a Secretaria de Segurança não quis comentar o assunto.

POLICIAIS, CARROS E ARMAS PARA A TIJUCA – Desde dezembro do ano passado, o policiamento tem sido reforçado na Tijuca. Cerca de 45 policiais civis foram transferidos para a 19ª DP (Tijuca) no início deste ano. A delegacia também ganhou carros e computadores novos. Em março, a unidade deverá receber mais armas, como pistolas e fuzis.

O cerco ao tráfico foi sendo fechado numa preparação para a chegada da UPP. Em novembro, 20 pessoas com laços de parentesco com os principais chefes do tráfico na região foram presas durante a Operação Família S/A. Nos próximos dias, haverá a segunda fase da operação. Serão expedidos mais 20 mandados de prisão contra bandidos do primeiro, segundo e terceiro escalões do tráfico nos morros do Borel, Formiga, Casa Branca e Salgueiro.

“A ação da polícia na Tijuca tem surtido efeito. O número de roubos de carros caiu. É o resultado do trabalho conjunto de policiais militares do 6º BPM (Tijuca) com promotores do Ministério Público estadual”, disse o delegado Alexandre Herdy.

Um dos 20 mandados que serão expedidos é contra o traficante Fabiano Atanásio da Silva, o FB, que comandou, no ano passado, a invasão do Morro dos Macacos, em Vila Isabel, quando um helicóptero da PM foi derrubado.

VALORIZAÇÃO DE ATÉ 30% DOS IMÓVEIS – Bastou a divulgação de que a Tijuca receberia uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) para que locais do bairro, como Usina e Muda, registrassem uma valorização de até 30% no valor dos imóveis. Pelo menos é o que garante o líder comunitário Luiz Carlos Lavor, que trabalha como corretor de imóveis. Segundo o vice-presidente da Associação Comercial da Tijuca, Jayme Miranda, a desvalorização de imóveis nos dois locais chegou a 70% nos últimos anos.

O presidente do Conselho Comunitário de Segurança, Jandir Borges Alves, ressaltou que estado e prefeitura devem promover ações sociais.

LEIA MAIS:

SEGURO HABITACIONAL JÁ TEM NOVAS REGRAS

IMÓVEIS USADOS NO RIO: PREÇOS EXPLODIRAM EM 2009, MOSTRA PESQUISA DO SECOVI

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.