05/05/2007

Varanda e sala como uma coisa só

Fonte: Casa & Jardim

Problemas como pouco espaço, vista feia e poluição levam moradores a integrar a varanda à área social – uma solução esperta que transforma um ambiente às vezes sem importância na atração da casa

Futon colorido convida a festejar
A arquiteta Fernanda Dabbur encontrou a varanda de 7 m² deste apartamento no Morumbi, em São Paulo, já ligada à sala. Vidros fechavam-na para o exterior e o piso de madeira ipê unificava os ambientes. “O problema era a distribuição dos móveis, que não favorecia a integração dos cômodos”, afirma a arquiteta. A solução dada pela profissional foi ocupar todo o espaço da varanda com um grande futon arroxeado, disposto sobre suporte de madeira. “Com a mudança, passamos a usar muito mais o local”, afirma o casal de moradores. “A sala ficou mais charmosa e este canto é disputado pelos amigos durante as festas. Além disso, a paisagem vista daqui passou a ser apreciada”, dizem os proprietários.

Outra transformação importante foi o aumento da área social do apartamento. “O home theater ganhou mais lugares. E como o living e a sala de jantar também são integrados
a este ambiente, é possível reunir bastante gente de maneira confortável em uma reunião entre amigos”, diz Fernanda Dabbur. Nada melhor que um cantinho para receber com charme e até tirar uma soneca.

Integrar a varanda à sala pede cuidados. Antes de sair quebrando tudo, é preciso falar com a direção do condomínio para saber se é possível mexer na fachada do apartamento. Ou, ao acoplar a varanda, sobre a necessidade de seguir alguma linha predefinida

 

 

João RibeiroZap o especialista em imóveis

Para se jogar Coberto de almofadas, o supercolchão japonês da Futon Company, R$ 3 mil, sobre suporte de madeira da Móveis Araújo, é o destaque da varanda integrada. O toque oriental foi reforçado com as luminárias da Lustreco, R$ 840 cada. Na sala, sofás da Grado, R$ 6.800 cada. O armário do home theater expõe objetos queridos do casal. Para filtrar a luz, cortina romana de linho feita pelo tapeceiro da arquiteta Fernanda Dabbur. A parede de tijolinhos expostos põe ainda mais charme no ambiente

 

 

 Páginas 1 2 3 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.