15/04/2007

Variações sobre o mesmo cinza

Fonte: O Globo

Em alta nas coleções da moda inverno, a cor também permeia projetos de decoração

Simone MarinhoZap o especialista em imóveisNo home theater, as chaises, os pufes e o cortinado são de linho cinza. A iluminação quebra a monotonia da cor

 

 

 

 

 

 

 

 

Moderno, chique, neutro e descontraído. Essas são algumas das qualidades atribuídas ao cinza, a cor que é a vedete das coleções da moda inverno que chegam às vitrines brasileiras. E que também influencia a decoração: basta dar uma volta na Mostra Artefacto, inaugurada mês passado, para perceber a tendência.

No projeto da arquiteta Viviane Menezes e do designer Milton Rocha, o cinza costura os três ambientes — quarto, home office e home theater.

— Com o cinza, estabelecemos um vínculo entre a decoração dos três espaços. E a cor atende ao gosto feminino e ao masculino. Para não ficar monótono, jogamos luzes incandescente e fluorescente, tornando o cinza ora quente, acolhedor, ora refrescante — descreve Viviane, acrescentando que o projeto de iluminação é de Peter Gasper.

No home theater, por exemplo, o cortinado de linho de algodão cinza ganha iluminação fria, azulada, numa referência à luz da lua. Em frente à TV de plasma, duas chaises longues (espreguiçadeiras), com pufes de apoio, são revestidas também com linho de algodão, cinza-prata.

Simone MarinhoZap o especialista em imóveisNo quarto de praia a decoração mistura o cinza, o branco e o verde-água criando um ambiente despojado e relaxante. A marcenaria na cor branca faz o cinza se destacar

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Numa relaxante mistura com o branco e o verde-água, o cinza entra também no quarto de praia assinado pela arquiteta Roseli Muller. A começar pelo piso flutuante cinza e branco, que lembra o fundo de um barco, e pelas paredes, pintadas de cinza-claro. Também a trama do tapete tem base cinza, com listras de cor areia e verde-água. E, no espaço de estar do quarto, duas chaises longues têm capas de linho prata.

— Os móveis de madeira branca fazem com que o cinza fique em evidência. Queria que o ambiente tivesse uma atmosfera suave, despojada, e o cinza traduz isso — observa Roseli.

Contraste entre o rústico e o moderno

Simone MarinhoZap o especialista em imóveisNo loft, a colcha de cama e outras peças são de veludo molhado prata-velho, uma variação rústica do cinza

 

 

 

 

 

 

 

 

Já o loft de Cláudia Brassaroto é permeado por peças de veludo molhado na cor prata-velha. O tecido está na colcha da cama, nas cadeiras da sala de jantar e nas almofadas do sofá, misturadas com outras prateadas. O estofado, aliás, é revestido com linho areia e prata. E o piso da área social é de mármore champanhe, rajado de cinza e marrom.

— A mistura de prata e prata-velho transmite o contraste entre contemporâneo e rústico, quase inerente aos lofts — avalia a  arquiteta, que admite que escolheu a cor sob influência da moda: — Mas na decoração é preciso ser comedido, afinal, não trocamos de móvel como de roupa.

Simone MartinsZap o especialista em imóveisA sala de jantar, moderna com referências clássicas, é pontuado por variações do cinza, com no tapete e na estante

Moderna, mas com referências clássicas, a sala de jantar projetada pela arquiteta Miriane Flores é pontuada por variações de cinza e bege. O piso, por exemplo, foi coberto por um tapete mesclado com as duas cores. As paredes foram revestidas por um papel floral num cinza-prata bem suave, com as estampas de flores brancas. E a estante é de madeira laqueada, num tom que fica entre o cinza e o bege. Miriane conta que escolheu o cinza porque ele tem uma conotação moderna, num contraste com os elementos clássicos.

— Enquanto a estante é de madeira laqueada cinza, a mesa de jantar tem base similar a uma coluna grega e cadeiras que remetem ao modelo Luís XV.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.