25/01/2017

Veja como conciliar as tarefas diárias sem perder o controle

Deixe tudo no lugar, , sem deixar de dar conta dos compromissos profissionais, alimentação e agenda das crianças

Fonte: ZAP em Casa

É cada vez mais comum que as pessoas tenham um dia a dia atribulado, no qual é preciso conciliar as tarefas domésticas com as obrigações de trabalho, cuidar dos filhos e ainda ter uma vida social. Parece difícil dar conta de tudo, mas é possível ter controle de uma rotina cheia de tarefas.

+ Faça seu cadastro no ZAP em Casa e fique por dentro das últimas de decoração

+ O ZAP em Casa quer a sua opinião: clique aqui e conte o que você quer ver por aqui

Pais e mães que trabalham fora e têm filhos podem cuidar da criação das crianças e ainda manter a casa em ordem. Mas, para isso, é preciso muita organização e algumas dicas podem ajudar na missão, que não é impossível.

Mãe com filha
Pais e mães que trabalham fora e têm filhos podem cuidar da criação das crianças e ainda manter a casa em ordem (Foto: Shutterstock)

O primeiro passo é entender que a organização não deve ser feita de forma centralizadora e individualista e que a ajuda de todos os envolvidos da família, além de profissionais como doméstica, diarista ou babá, pode contribuir para o bem coletivo e para a organização das tarefas. “A organização não é um bem individualista, é um benefício coletivo e que traz qualidade de vida para todos os envolvidos.

Mãe e filho
O primeiro passo é entender que a organização não deve ser feita de forma centralizadora e individualista (Foto: Shutterstock)

Delegar tarefas para as crianças é dar censo de responsabilidade e uma oportunidade deles treinarem a iniciativa e descobrirem aptidões. E se houver juda de uma profissional, como diarista ou mensalista, a mãe e o pai que trabalham fora ficarão no controle do que deve ser feito em casa mesmo estando fora dela”, afirma Miriam Cansian, arquiteta, personal organizer e proprietária da Miorganiza, consultoria em organização.

Anotações

Para começar, é importante ter conhecimento de todos os afazeres e, como geralmente são muitos, é preciso manter controle diante deles. Portanto, a primeira dica anotar o que precisa ser feito e agendar as tarefas.

Dicas de organização de tarefas
É importante ter conhecimento de todos os afazeres e, como geralmente são muitos, é preciso manter controle diante deles

Usar uma agenda pode facilitar a realização das atividades do dia a dia, principalmente porque as que envolvem muitas pessoas precisam de um planejamento. Outra atitude é ter um calendário sempre à vista. “Através da visualização das atividades e das tarefas, temos o controle do que é necessário fazer e isso ajuda a distribuir melhor e repensar o tempo que está sendo gasto com o que realmente importa”, diz Miriam Cansian.

A personal organizer ainda aconselha a fazer listas. “Elas trazem foco para tudo que é preciso realizar e ajudam a delegar tarefas. Seguir as listas evita o trabalho de repensar sobre assuntos que já haviam sido resolvidos e qualquer um pode segui-las e ajudar a executar as tarefas”, completa.

Em casa

Algumas atitudes na rotina de organização da casa também podem facilitar a realização das muitas tarefas diárias. Além de manter a casa mais organizada, essas ações podem ajudar a economizar tempo. Para começar, é importante utilizar uma tabela de rotinas para as tarefas de manutenção da limpeza. “Orientar o que e quando fazer para a semana, quinzena ou mês é muito importante para a eficiência e durabilidade das tarefas”, explica Miriam Cansian.

despensa
Manter a despensa e a geladeira abastecidos evita contratempos no dia a dia (Foto: Shutterstock)

Outra dica é manter ordem nos armários. E ainda escolher na véspera a roupa que será usada no dia seguinte pode agilizar o tempo para se arrumar. “Organizar de véspera a produção pode ser uma atitude inteligente e garante aqueles minutos preciosos a mais na cama. Ou seja, olhe a previsão do tempo e veja os compromissos do dia. Para os filhos, se usam uniforme, fica mais fácil. Mas, se não usam, uma boa sugestão é já deixar as escolhas prontas para a semana e evitar discussões se é a roupa certa para essa ou aquela atividade”, complementa. Tenha ainda um cesto para roupas sujas e outro para as limpas que devem ser passadas. Desta forma, vai evitar que as roupas fiquem espalhadas pelos cômodos.

Outra atitude que pode agilizar a organização antes da saída de casa é manter uma bandeja de café da manhã com os itens que devem ir para a mesa todos juntos. “E isso pode ser separado no armário, com produtos como achocolatados, cereais, geleias, café instantâneo, pães e biscoitos, e na geladeira também, com requeijão, queijos, leite, sucos, iogurtes e margarina”, detalha a personal organizer. Por sinal, estar atento à despensa também é fundamental e ter os itens em locais adequados e identificados também facilita. “Utilize acessórios que facilitem a visualização e o manuseio dos produtos para economizar tempo. Na despensa de alimentos, separe por tipos, como farináceos, massas, temperos, conservas e cereais. Já na de limpeza, ter kits para uso nos diferentes cômodos facilitam a rotina doméstica”, acrescenta.

Manter a despensa e a geladeira abastecidos evita contratempos no dia a dia. A dica também é estabelecer um cardápio de forma antecipada. “Caso queira cozinhar ou delegar a tarefa de preparar alimentos, não precisará sair correndo para comprar os itens necessários. Determine pratos principais e acompanhamentos que podem ser estipulados para uma semana ou 15 dias e alterne com novas combinações para mais 15 dias.

Dessa forma fica mais fácil fazer as compras e armazenar itens no freezer e na geladeira, sem desperdício”, ressalta Miriam Cansian.

Aliados

Lembre-se que os eletrodomésticos devem ser usados ao seu favor. E são muitas as formas que eles podem ajudar a agilizar as tarefas ou até mesmo a economizar tempo. Na hora de cozinhar, duas dicas podem ajudar.

“Programe seu microondas para pequenos preparos e os fornos mais modernos já vêm com ‘timer’, pelo qual se pode programar o cozimento para uma determinada hora e por quanto tempo”, afirma a personal organizer. O aspirador de pó pode ser bastante explorado em todos os cômodos. “Ele serve para retirar poeira de todos os ambientes, inclusive de áreas com pisos frios, como banheiros e cozinhas“, explica Miriam.

roupas-maquina-de-lavar
As máquinas de lavar roupa têm programas específicos para lavagem de roupas por classes (Foto: Shutterstock)

As máquinas de lavar roupa têm programas específicos para lavagem de roupas por classes. “Estabeleça na tabela de rotinas como fazer: lavar lençóis e toalhas em separado, roupas claras e escuras, peças delicadas e panos de limpeza. Isso determina um ritmo de tarefas na semana”, reforça a profissional. Além disso, os cuidados devem se estender para depois da lavagem. “Estenda com capricho e, ao recolher, acomode de forma que não fiquem amarrotadas. Esse cuidado fará toda diferença na hora de passar. E preste atenção na temperatura do ferro para que ele seja mais eficiente”, completa.

Para agregar

Hoje em dia até mesmo a tecnologia pode ser usada a favor. “É bom criar um grupo no WhatsApp da família e com as pessoas de confiança que vivem por perto. Isso facilta solicitar ou lembrar os membros de providências e trocar informações”, diz Miriam Cansian. Delegar responsabilidades e contar com a colaboração de outros pode ajudar na realização das muitas tarefas e a fazer com que a vida flua mais leve. “Seja para o parceiro, filhos ou funcionários somente pedir ajuda às vezes não funciona. É preciso dar obrigações. Dê feedback, seja positivo ou negativo.

smartphone
Hoje em dia até mesmo a tecnologia pode ser usada a favor (Foto: Shutterstock)

Neste último caso, mostre onde o outro está errando, mas elogie sempre, mesmo que seja só pela iniciativa. Isso ajuda o outro a crescer a se tornar mais consciente”, garante a personal organizer Miriam Cansian.

Alimentação

Alguns cuidados também se tornam necessários quando se trata da alimentação. A vida corrida acaba dando brecha para uma alimentação menos saudável, mais prática e industrializada. Mas, com organização, é possível manter uma dieta balanceada. “Para manter uma alimentação mais saudável, é importante buscar alimentos mais naturais e menos industrializados, mesmo estes últimos sendo mais práticos”, afirma a nutricionista Tamyris Farias, que cita como exemplos desses alimentos as frutas, verduras, raízes e tubérculos, ovos, entre outros.

alimentacao
Alguns cuidados também se tornam necessários quando se trata da alimentação (Foto: Shutterstock)

Existe um mito que os alimentos naturais não são práticos para serem consumidos no dia a dia. Mas, mesmo com uma vida corrida, algumas dicas podem ajudar na hora de manter uma alimentação mais balanceada.

“A pessoa consegue cozinhar batata doce em maior quantidade, deixar na geladeira e durar uns três dias tranquilamente. A macaxeira e o inhame já são vendidos, em alguns lugares, descascados e embalados à vácuo e podem ficar congelados crus. Legumes ao vapor também podem ser feitos em maior quantidade para ficar na geladeira por um tempo. A salada, se for conservada sequinha, só as folhas, também dura mais. Juntar o tomate picado, por exemplo, que tem mais água, já faz com que estrague mais fácil”, explica Tamyris.

A proteína também é parte importante quando se pensa na alimentação. “É fundamental pensar em proteínas mais saudáveis e de maior valor biológico, como o ovo, que é super prático e não estraga fácil. Quanto ao frango e ao peixe, sempre oriento que se deixe os filés prontos, temperados com temperos naturais, embalados por porção e congelados.

frango
Faça frango cozido e desfiado porque serve para fazer omelete ou colocar numa salada (Foto: Shutterstock)

Outra dica é fazer o frango cozido e desfiado porque serve para fazer omelete ou colocar numa salada”, acrescenta a nutricionista.
Outra medida prática que também pode ser usada é a de congelar os alimentos. “O congelamento pode valer a pena, mesmo que haja alguma perda de nutrientes. A orientação é a de descongelar apenas uma vez e não ficar congelando e descongelando várias vezes e, por isso, é interessante separar os alimentos em porções. Uma sopa, por exemplo, nem todo mundo consegue fazer todo dia então, apesar de ser melhor comer fresca, se não é possível, é melhor congelar para ter pronta quando precisar do que não fazer”, diz Tamyris.

Mesmo com a correria para conciliar os afazeres domésticos, de trabalho e a criação dos filhos, é importante que os pais estejam atentos aos hábitos alimentares das crianças e da casa. “Os pais precisam ficar de olho quanto à alimentação dos filhos porque é fundamental para o desenvolvimento físico e mental da criança. E a alimentação saudável é um hábito que deve ser estimulado desde criança”, afirma a nutricionista. Além disso, os adultos devem servir como exemplos. “Aquilo de ‘faça o que eu digo e não faça o que faço’ não funciona. Tem que ser um hábito da casa e, quando os pais estiverem em casa, devem se alimentar bem porque fica mais fácil de colocar na cabeça da criança e ela não ficar querendo comer besteira”, complementa.

cozinha
Outra dica é não encher a despensa de produtos industrializados, como biscoitos e salgadinhos (Foto: Shutterstock)

Outra dica é não encher a despensa de produtos industrializados, como biscoitos e salgadinhos. “A ideia é não comprar as besteiras para casa porque, se a criança sabe que tem e se não almoçar vai ter a opção de comer biscoito, ela vai acabar fazendo isso. E o ruim é que os alimentos industrializados causam vício no paladar, tanto o açúcar como o sal. Se a criança come muito doce, vai cada vez querer comer mais doce. E o que é saudável, os alimentos mais naturais, pode ficar sem graça”, afirma Tamyris. Ela ainda afirma que a orientação de um nutricionista pode ajudar os pais na tarefa de introduzir hábitos saudáveis na alimentação.

“Existem profissionais que orientam em relação às porções, combinações e que dão opções mais atrativas para as crianças”, diz.
Para os pais que trabalham fora, também não devem descuidar da alimentação. “É tudo questão de programação e prioridade porque muita gente tem a vida corrida, diz que não tempo, mas quando coloca como prioridade consegue”, ressalta a nutricionista. “É bom procurar uma orientação nutricional e sempre tentar se alimentar de forma mais natural.

Mas às vezes a pessoa precisa de algo ‘de bolsa’ e eu prefiro dar a opção de uma barra legal, por exemplo, do que a pessoa comprar qualquer uma, porque existem muitas que não têm boa composição. Também há opção de oleaginosas e frutas secas, que podem ser levados na bolsa e não estragam tão facilmente”, conclui.

familia
A ideia é não comprar as besteiras para casa porque, se a criança sabe que tem e se não almoçar vai ter a opção de comer biscoito, ela vai acabar fazendo isso (Foto: Shutterstock)

+ Veja dicas para proteger a casa do sol

+ Confira dicas para não perder tempo passando roupa

+ Como decorar e aproveitar melhor os corredores

+ Saiba como usar a máquina de lavar corretamente

+ Confira dicas para não perder tempo passando roupa

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.