19/04/2010

Venda de imóveis em SP tem o melhor fevereiro desde 2004

Fonte: O Estado de S. Paulo

A venda de imóveis residenciais novos na cidade de São Paulo somou 2.858 unidades em fevereiro, volume 83,7% superior ao de um ano antes e 89,5% maior que o de janeiro. Os dados fazem parte de pesquisa do Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de imóveis Residenciais e Comerciais de São Paulo … Continue lendo “Venda de imóveis em SP tem o melhor fevereiro desde 2004”

Trata-se do melhor desempenho de vendas do município (Foto: Divulgação)
Trata-se do melhor desempenho de vendas do município (Foto: Divulgação)

A venda de imóveis residenciais novos na cidade de São Paulo somou 2.858 unidades em fevereiro, volume 83,7% superior ao de um ano antes e 89,5% maior que o de janeiro. Os dados fazem parte de pesquisa do Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de imóveis Residenciais e Comerciais de São Paulo (Secovi-SP).

Segundo o sindicato, trata-se do melhor desempenho de vendas do município para o mês desde a adoção da mudança na metodologia da pesquisa sobre o mercado imobiliário, em 2004.

Conforme a pesquisa, do total vendido no mês, 2.201 unidades (77%) se encontravam no período de lançamento. “A tendência de desempenho mais fraco normalmente observada no primeiro trimestre é mais forte para empreendimentos com valores mais altos, acima de R$ 200 mil a unidade. Na baixa renda acredito esse impacto sazonal não é tão significativo”, diz o presidente do Secovi-SP, João Crestana.

Em valor movimentado, as vendas cresceram 55,9% em Valor Global de Vendas (VGV) no mês de fevereiro ante janeiro, para R$ 915,1 milhões. Em relação ao mesmo período do ano anterior, quando a economia ainda se recuperava da crise global, as vendas subiram 157,7%.

O ritmo de comercialização medido pelo indicador Vendas sobre Oferta (VSO) ficou em 21,1% no mês da pesquisa, também marcando o melhor fevereiro desde a mudança de metodologia. O ritmo de vendas do segundo mês em 2009 foi de 7,7% e o de janeiro de 2010, de 11,3%.

O segmento de dois dormitórios manteve a liderança, com 46,4% do total comercializado no período, seguido por três dormitórios (29,3%) e quatro dormitórios ou mais (17,2%). O valor médio dos imóveis vendidos em fevereiro foi de R$ 228 mil, considerando os diversos segmentos.

Segundo dados da Empresa Brasileira de Estudos sobre Patrimônio (Embraesp), destacados pelo Secovi-SP, em fevereiro foram lançadas 1.644 unidades, 178,6% mais que em janeiro e 35,8% acima de fevereiro de 2009. No acumulado dos primeiros dois meses do ano, os lançamentos aumentaram 40,2%, somando 2.234 unidades, enquanto as vendas cresceram 63,3%, totalizando 4.366 moradias.

ALUGUÉIS – Os aluguéis de casas e apartamentos contratados em março tiveram aumento médio de 10% no acumulado dos últimos 12 meses, de acordo com pesquisa mensal realizada pelo Secovi-SP na capital paulista. A alta é bem superior à dos diversos índices de preços, considerando que a inflação oficial, medida pelo IPCA, do IBGE, apresentou alta de 5,17%, e o IGP-M, da Fundação Getúlio Vargas, subiu 1,94%, também nos 12 meses encerrados em março. A alta representa a maior variação no período de 12 meses desde junho de 2009, quando se observou aumento de 11,33%.

LEIA MAIS:

TIRE SUAS DÚVIDAS SOBRE COMPRA, VENDA E LOCAÇÃO DE IMÓVEL

NA RUA DOS PINHEIROS, DOBRA VALOR DE IMÓVEL

VENDA DE CIMENTO CRESCE 20,6%

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.