25/10/2007

Venda de imóveis nos EUA cai 8%

Fonte: O Estado de S. Paulo

Resultado aponta o menor nível anual dos últimos oito anos; mercado já fala em novo corte de juros pelo Fed

As vendas de imóveis usados caíram 8% em setembro nos Estados Unidos, para a taxa anual de 5,04 milhões de unidades, informou ontem a Associação dos Corretores de Imóveis. É o menor nível em oito anos.

A queda superou amplamente as projeções de analistas, que previam recuo de 4,6% para 5,25 milhões de unidades. Em agosto, as vendas somaram a média anual de 5,48 milhões de unidades.

“”Os problemas das hipotecas estavam em seu auge em agosto, o que refletiu no número de operações fechadas em setembro. Isso freou notavelmente as vendas nas áreas com preços mais altos, que estão vinculadas a empréstimos maiores””, disse o economista principal da associação, Lawrence Yun.

“”A boa notícia é que a disponibilidade de hipotecas melhorou notavelmente em semanas recentes, com uma queda da taxa de juros sobre os empréstimos mais numerosos””, acrescentou.

O estoque de imóveis usados disponíveis para a venda subiu 0,4% em setembro, para 4,40 milhões de unidades, com capacidade para abastecer 10,5 meses de demanda, se as vendas mantiverem o ritmo atual. No final de agosto, os estoques podiam abastecer 9,6 meses de demanda – dado revisado de estimativa anterior de 10 meses.

A taxa média hipotecária em 30 meses caiu para 6,38% em setembro, de 6,57% em agosto, de acordo com a Freddie Mac.

O relatório da associação teve repercussões imediatas nos mercados financeiros. A cotação do dólar caiu frente ao iene e aumentaram as especulações sobre uma nova redução dos juros na reunião da próxima semana do Federal Reserve (Fed, banco central americano).

Para o economista do banco ING Dimitry Fleming, “”com o efeito do aperto no crédito tomando corpo, a desaceleração no mercado imobiliário dos EUA engrenou uma marcha mais alta””.

Fleming observou que as vendas de imóveis usados em setembro foram principalmente baseadas nas decisões de compras feitas no mês anterior. “”Isso significa que os efeitos do corte dos juros do Fed feito em meados de setembro ainda não foram sentidos””, disse ele. “”Mas duvidamos muito que o corte em setembro será suficiente para recuperar as vendas nos próximos meses.””

Segundo ele, “”prever uma recuperação nas vendas de casas antes de meados de 2008 é uma aposta corajosa””.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.