17/09/2008

Venda de imóveis novos cresce 9,4% em julho

Fonte: Jornal da Tarde

Valor global de vendasdo mês julho somou R$ 790,2 milhões, com queda de 3,3% ante 2007

As vendas de imóveis novos na Capital cresceram 9,4% em julho, em comparação com o mesmo período do ano passado,
totalizando 2.550 unidades. “Esse resultado é coerente com nossa expectativa de crescimento para 2008, projetado em 20% apenas para o mercado imobiliário da cidade de São Paulo”, comenta João Crestana, presidente do Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais de São Paulo (Secovi-SP).

O porcentual de imóveis vendidos em relação ao número total de unidades ofertadas chegou a 13,4% em julho. Porém, entre os imóveis novos, a comercialização foi mais fácil: 18,5% das unidades recém-lançadas foram comercializadas, ante 8,6% no caso das unidades antigas. “Com a ampliação da oferta de crédito e dos prazos de pagamento , o cliente tem condições de comprar imóveis melhores e mais caros”, analisa Crestana.

O Valor Global de Vendas (VGV) do mês julho somou R$ 790,2 milhões, com queda de 3,3% ante 2007.“A retração se deve à participação menor nas vendas das unidades de quatro dormitórios, que são mais caras”, analisa Crestana. A maior procura, dessa vez, se deu pelos imóveis de dois dormitórios – 918 unidades desse tipo foram vendidas no mês.

No ano, 21.774 unidades já foram comercializadas na Capital. Quase 40% são imóveis de três dormitórios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.