16/01/2009

Venda de imóvel cai em novembro

Fonte: Jornal da Tarde

No entanto, a baixa de 1,68% no índice de comercialização está longe de ser ruim perto dos 26,36% de retração em outubro

Foto: Divulgação

O mercado imobiliário de usados na capital registrou queda nas vendas no mês de novembro. No entanto, o porcentual de baixa de 1,68% no índice de comercialização está longe de ser ruim perto dos 26,36% de retração em outubro, e o Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci-SP) até comemora o resultado diante das consequências da crise do mercado financeiro.

A pesquisa da entidade foi feita com 504 imobiliárias de São Paulo e mostra que, no período, foram comercializadas 160 unidades, sendo que 68,75% eram apartamentos.

Os imóveis que tiveram maior procura foram os com valor de até R$ 200 mil, representando 27,86% dos negócios realizados no período. A maioria, 58,65% dos negócios, foi paga à vista. Já os financiamentos tiveram participação de 38,35% nas vendas.

As unidades que mais valorizaram foram os apartamentos com mais de 15 anos em bairros como Aclimação, Alto da Lapa e Brooklin. O preço do m² subiu 18,85% nessas áreas, passando de R$ 2.061,37 para R$ 2.449,43. Já a maior queda foi registrada em bairros como o Pari, Liberdade e Limão, com apartamento entre 8 anos e 15 anos com queda de 11,72%.

Para José Augusto Viana, presidente da entidade, essa é uma notícia positiva e mostra que houve menos influência da crise sobre os compradores. O dirigente acredita que o ideal seria ter números positivos, mas, diante das expectativas do mercado, a pequena queda é satisfatória.

Viana ainda espera que o resultado da pesquisa de dezembro mostre uma retomada do comércio imobiliário e uma recuperação mais perceptível neste mês, já que não haverá a interferência de datas comemorativas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.