22/08/2012

Venda de material de construção aumenta 2,2% no acumulado do ano

Venda de material de construção aumenta 2,2% no acumulado do ano

Fonte: Revista do ZAP

Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat), as vendas de julho apresentaram crescimento de 0,3% em relação ao mesmo mês do ano passado

As vendas de materiais de construção apresentaram crescimento de 2,2% no acumulado de 2012 até julho, em relação ao mesmo período do ano passado. Nos últimos 12 meses, de agosto de 2011 a julho de 2012, houve aumento de 3,9% na comparação com os 12 meses anteriores. O resultado foi divulgado nesta terça-feira, 21 de agosto, pela Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat).

“O setor está sofrendo muito no varejo, que representa 55% de todas as vendas, com problemas relacionados ao crédito, que ainda não estão solucionados totalmente. Dificuldade na aprovação dos créditos pelas famílias que querem fazer uma reforma”, disse o presidente da Abramat, Walter Cover.

Ele destacou ainda que as medidas anunciadas pelo governo, no Programa de Investimentos em Logística, devem começar a fazer efeito daqui a seis meses e não devem afetar a previsão da entidade para o fechamento do ano, com as vendas em alta de 3,4%.

“As medidas do governo não vão ter um efeito imediato, isso será a médio prazo. Para a gente ter um crescimento como o previsto, de 3,4% até o final do ano, eu teria de estar crescendo a 5% nos próximos meses, o que nós estamos achando muito difícil”, ressaltou.

As vendas no mês de julho de 2012 apresentaram crescimento de 0,3% em relação ao mesmo mês do ano passado. E o nível de emprego na indústria de materiais de construção apresentou, em julho, crescimento de 1,7% em relação a julho do ano passado. Na comparação com junho deste ano, ficou estável, com elevação de 0,4%.

Leia mais:
>> Aumenta pessimismo do setor da construção civil, mostra pesquisa da FGV
>> Construção civil foi setor que mais abriu postos de trabalho em junho de 2012

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.