18/02/2009

Vendas de eletrônicos devem cair

Fonte: Jornal da Tarde

Abinee informou ontem que a receita deve crescer 4% este ano. Em dezembro, o setor projetava crescimento de 7%

Os segmentos mais voltados ao consumo estão sentindo os efeitos da crise com mais intensidade e levaram a indústria elétrica e eletrônica a reduzir a expectativa de faturamento em 2009.

A Associação Brasileira da Indústria Eletroeletrônica (Abinee) informou ontem que a receita deve crescer 4% este ano. Em dezembro, o setor projetava crescimento de 7%. Enquanto obras de infraestrutura ligadas ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), assim como os setores de petróleo e gás e papel e celulose, seguem com boas perspectivas, os segmentos de consumo estão pressionados pela crise financeira. ?As obras de infraestrutura continuam a gerar demanda por equipamentos?, afirmou Humberto Barbato, presidente da Abinee. Já os setores ligados ao consumo final, como celulares, microcomputadores e eletrodomésticos, esperam forte queda na receita de 2009, disse ele.

Segundo Paulo Castelo Branco, diretor de telecomunicações da Abinee, a expectativa é que o setor de infraestrutura de redes tenha uma receita 6% maior, mas a de aparelhos celulares caia 29%, o que fará com que a projeção de receita do segmento de telecomunicações como um todo seja negativa em 9%.

A Abinee também prevê que o número de empregados se mantenha estável em todo o ano, depois da abertura de mais de 6 mil vagas ao longo de 2008.

LEIA MAIS:

Uma sala com cara de cinema

Elevadores que pensam

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.