19/11/2013

Vendas de imóveis novos sobem mais de 30% em São Paulo

Foram vendidos 25.600 imóveis novos entre janeiro e setembro de 2013 ante as 19.200 unidades comercializadas no mesmo período de 2012

Fonte: ZAP Imóveis

Nem as constantes altas nos preços dos imóveis nos últimos meses afetaram as vendas do mercado imobiliário em 2013.

Foram vendidos 25.600 imóveis novos (Fotos: Divulgação)

Segundo balanço divulgado pelo Secovi-SP (sindicato da habitação) nesta terça-feira, as vendas de imóveis novos residenciais na cidade de São Paulo subiram 33% entre os meses de janeiro a setembro deste ano em comparação ao igual período de 2012.

Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Clique aqui e cadastre-se

Em números absolutos, foram vendidos 25.600 imóveis novos no mesmo período de análise ante as 19.200 unidades comercializadas no mesmo intervalo do ano passado.

“Temos notado, inclusive, que o estoque de imóveis tem caído em São Paulo. Historicamente, a média é de 16 mil unidades por ano, mas em 2013 a previsão é que encerramos com menos de 15 mil. Isso significa que a demanda está muito forte. Vamos comercializar mais unidades do que o número de lançamentos”, afirmou Emílio Kallas, vice-presidente de Incorporação Imobiliária e Terrenos Urbanos do Secovi, durante o evento.

Valor Geral de Vendas (VGV) registrou até setembro deste ano uma alta de 45%

Com o número de unidades comercializadas correspondendo a 95% do total vendido em todo o ano de 2012, o Valor Geral de Vendas (VGV) registrou até setembro de 2013 uma alta de 45%, alcançando a marca de R$ 14,5 bilhões, valor que corresponde ao total vendido no ano passado.

Ainda segundo o sindicato, os lançamentos também cresceram, embora em ritmo inferior. Nos primeiros nove meses do ano, o aumento foi de 25% em número de unidades na comparação sobre 2012: subiu de 16,9 mil para 21,2 mil unidades.

O presidente da entidade, Cláudio Bernardes, lembrou ainda que a projeção inicial para 2013 era de crescimento de cerca de 10%, mas que há possibilidade de a previsão ser ultrapassada. “Talvez a gente feche o ano com mais do que isso. O mercado continua bem”, disse

O Secovi manteve sua expectativa para o término do ano e espera que 33 mil unidades sejam lançadas e 35 mil unidades vendidas até o próximo mês de dezembro.

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.