18/10/2010

Versatilidade no uso do bambu

Fonte: Jornal da Tarde

O bambu ainda é pouco usado como item estrutural nas construções brasileiras. “No exterior o material é mais conhecido, mas por aqui ainda está restrito a revestimentos, pisos e decoração”, conta a arquiteta Cristina Barbara. “A forma como bambu é apresentado para utilização varia: ele pode ser prensado para ficar parecido com piso de madeira em placas ou ter acabamento mais rústico que mostra os veios naturais, como se fosse madeira de demolição”, diz.

Como revestimento de parede, o bambu pode vir avulso ou no formato de placas para serem coladas. “O uso mais comum é ao natural apenas com o tratamento feito pelas fábricas ou com verniz de proteção.”

Na opinião da arquiteta Débora Aguiar, a fibra natural é indicada para ser usada como forro decorativo, cercas para áreas externas, estrutura para coberturas ou gazebos, decks e até luminárias. “O importante é o consumidor se certificar de que o produto tenha tratamento específico, pois pode criar fungos”, afirma.

Adaptação: No projeto de Cristina Barbara que ilustra essa página, a especialista procurou imprimir os gostos pessoais do cliente no ambiente e usou o bambu como forro de teto na tentativa de deixar o local aconchegante.

O bambu é interessante porque tem flexibilidade e não racha em sua estrutura. Para a sua conservação, pode-se usar verniz (o que joga por terra o caráter ecológico do produto), ou apenas cera incolor para manter suas características naturais. “A manutenção é fácil, mas é importante tomar cuidado para escolher os produtos certos para não perder o ar natural”, diz.

Já a arquiteta Adriana Helu defende que, se for o caso, o material seja pintado para se adequar ao projeto e às necessidades do cliente. “Realizamos um projeto de varanda em que a vontade do dono do imóvel era fazer uma integração entre a varanda e a sala de estar”, explica ela.

Para isso, diz a especialista, optou-se por revestir a varanda com madeira de cor e aspecto semelhante com a da sala e fazer o mesmo com o bambu. “Para não deixar o teto branco e dar ao ambiente a sensação de aconchego, resolvemos usar bambu no teto tingido num tom amarelo claro para se aproximar da cor da madeira”, conta. “É um material que tem grande durabilidade e é fácil de limpar.”

O bambu pode ser pintado, mas o verniz ou a cera incolor preservam o aspecto natural (Foto: M. Amaral/Divulgação)
O bambu pode ser pintado, mas o verniz ou a cera incolor preservam o aspecto natural (Foto: M. Amaral/Divulgação)

LEIA MAIS:

Bambu: natureza em sua casa

Estudantes apresentam sala reformada com menos de mil reais

Para objetos à vista e ao alcance das mãos, com muito estilo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.