06/10/2008

Vidro integra, divide, amplia espaços e conquista arquitetos

Fonte: Globo online

A matéria-prima ainda dá um toque de sofisticação à decoração

Fotos: DivulgaçãoZap o especialista em imóveis

Rio – O vidro caiu no gosto de arquitetos e designers que investem na criação de peças exclusivas. Em geral, o vidro dá sofisticação e requinte aos ambientes. Também é indicado para espaços pequenos, pois oferece uma sensação de amplitude. Foi-se o tempo em que o vidro era usado somente como tampo de mesas de jantar e ainda ficava riscado. Agora, o material vem sendo utilizado em inúmeras peças e de diversas formas. Transparente ou pintado. Prova disso são os vários ambientes da 18ª edição da mostra Casa Cor Rio, onde os profissionais usaram e abusaram da matéria-prima. Lá, o vidro está presente nas paredes, divisórias, portas de armários e de banheiros, pia, bancadas, mesas, aparadores, banheira e cachepôs. 

No Estúdio do Rapaz, por exemplo, projeto de Ana Lila Denton e Juarez Farias o vidro transparente é usado como espécie divisória do ambiente. A dupla apostou na “parede” transparente no banheiro, que também leva pastilhas de vidro.No Estúdio da Fotógrafa, Cristina e Laura Bezamat criaram a cama com um futton de dois metros por dois metros em linho branco, apoiada sobre um estrado ripado em freijó, onde há uma outra divisória feita com vidro transparente. Na sala de estar, de Paola Ribeiro, um grande cubo de vidro ao centro do ambiente chama atenção. A peça, criada pela própria designer, fica sobre uma bandeja de aço e espelho.

Dentro dela, caixas e livros seguindo os mesmos tons do ambiente. No Estúdio da Modelo, de Monica Rocha e Sandra Rudge, em homenagem a Luiza Brunet, o banheiro, integrado ao quarto e ao closet, conta com piso, banheira e parede de vidro. Na parede, foi usado vidro italiano acetinado prateado idealizado para refletir a luz e dar vitalidade ao ambiente. O arquiteto Pedro Paranaguá também usou o vidro italiano acetinado em tom cobre nas portas do closet permitindo uma sutil visualização das peças. Em seu Estúdio Paulioca, um loft que reverencia os paulistas como alma de carioca, Paranaguá também fez uma divisória com vidro transparente entre o box e o quarto. Mas para dar aquela mãozinha aos mais tímidos, ele deu a opção de se tomar banho na parte onde estão os grandes espelhos. “É um jogo de transparências e reflexos. O vidro ajuda a integrar os ambientes e os espelhos tornam os espaços mais amplos”, afirma Paranaguá. No box, o arquiteto também usou mosaico de vidro verde azeitona, da Vidrotil, que faz cada pecinha artesanalmente. Também criou uma lousa com vidro leitoso para os recadinhos.

Zap o especialista em imóveis

Aliás, essa é a última chance de conferir a 18ª edição da mostra Casa Cor Rio, em Laranjeiras, que fecha suas portas neste domingo. Vale a pena investir horas para conhecer as criações feitas no casarão de estilo neoclássico eclético, de 1910, nas Laranjeiras. O prédio tombado foi todo reformado com a técnica retrofit (reforma que mantém a fachada e moderniza o interior da casa). Os arquitetos, designers, decoradores e paisagistas tiraram proveito da estrutura do casarão com pé direito alto, janelões e varandas com vista para árvores centenárias para criar seus ambientes e pisos. Não deixe de reparar nos pisos, revestimentos de paredes e lustres, que são quase obras de arte. Mas como nada é perfeito, o espaço traz dificuldades aos cadeirantes , mesmo havendo elevadores.

Serviço:
Mais informações: www.casacor.com.br/riodejaneiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.