19/01/2011

Vidros podem servir para proteção e segurança, além de decorar

Vidros podem servir para proteção e segurança, além de decorar

Fonte: Revista do ZAP

Conheça os tipos que podem ser usados para resguardar, diminuir ruídos e até controlar a temperatura

Eles estão ali, mas raramente alguém repara ou pensa que podem servir para resolver problemas estéticos e funcionais. Será que você já os notou? Pois os vidros podem ser a solução que você precisa.

Dentre os principais tipos disponíveis no mercado estão os lisos, os temperados e os laminados. Eles são a base também de materiais que se conhece por outros nomes, como o vidro duplo, feito com duas camadas de vidro liso. E cada modelo tem uma função diferente, sendo que, em alguns casos, não é nem o cliente que escolhe qual tipo usar.

Vidros podem servir para proteção e segurança, além de decorar
Vitrines devem ser de vidro temperado

É o caso do vidro usado em vitrines e portas de estabelecimentos comerciais, que por lei devem ser do tipo temperado. “O vidro temperado tem mais resistência mecânica e térmicoa, graças ao processo de têmpera [tratamento térmico]”, explica Juliano Pilati, técnico comercial da fabricante Personal Glass, fabricante com sede em SC e no RS.

Vidros podem servir para proteção e segurança, além de decorar
Temperado também é indicado para telhados de vidro

Na prática, o vidro temperado não estilhaça em cacos, mas em “pedras”, causando menos ferimentos caso atinja alguém. Além de aberturas, é indicado para tampos de mesa, prateleiras, telhados de vidro e portas de correr. Mas Pilati lembra que, uma vez temperado, o vidro não pode mais sofrer cortes ou perfurações – como as usadas para encaixa de roldanas e puxadores. Isso significa que, depois de encomendado, não pode sofrer alterações.

Por segurança
Também utilizado para peças e locais que requerem mais resistência e segurança, tem-se o vidro laminado. Feito a partir da combinação de dois ou mais vidros com uso de resina, PVB ou EVA, ele mantém os pedaços unidos quando se quebra, o que impede que cacos e partes machuquem as pessoas.

Vidros podem servir para proteção e segurança, além de decorar

Por essa característica, é usado em para-brisas de carros e em sacadas – sendo obrigatório por lei, neste último caso -, além de servirem de base para os vidros blindados.

Vidros podem servir para proteção e segurança, além de decorar

Os vidros laminado e temperado também podem ser combinados, sendo usados, principalmente, para pisos e escadas de vidro.

Vidros podem servir para proteção e segurança, além de decorar

Para decoração
Quando o objetivo é estético, e não de segurança, pode-se optar pelo vidro liso, nas opções de cores azul, bronze, fumê, incolor e verde – embora nem todas elas estejam disponíveis em todas as espessuras, alerta Pilati.

Vidros podem servir para proteção e segurança, além de decorar

Ele lembra que, além dos tons, também se pode imprimir relevo aos vidros, desde os tradicionais canelado e martelado, até pinturas personalizadas – feitas com rolos compressores em alta temperatura ou com uma pistola. Esta última técnica foi a usada no tampo da mesa abaixo, e pode ser aplicada também a vidros temperados e laminados, “além de permitir escolher qualquer cor”, completa Pilati.

Vidros podem servir para proteção e segurança, além de decorar

Controle de temperatura
O tratamento de superfície vidros também permite laminar os vidros, tornando-os refletivos. Esse modelo é um dos utilizados para o controle térmico, pois rebate a incidência solar e diminui o aquecimento na parte interna da construção. A consequência é a menor necessidade de climatização por ar-condicionado e de iluminação artificial, por exemplo, e a redução do consumo de energia.

Vidros podem servir para proteção e segurança, além de decorar

Aqui também há uma gama de cores à disposição, e é possível, também, combinar espessuras por laminação ou com vidros termo-acústicos, adequando o material à característica geoclimática de cada lugar.

Outra opção para o isolamento térmico é o vidro duplo, o que da mesma forma que o laminado é composto por mais de uma placa de vidro. “É mais utilizado quando o objetivo é isolar dois ambientes contíguos diferentes”, cita Pilati. E, embora talvez um leigo não identifique, é um tipo comum, presente por exemplo em portas de refrigeradores de restaurantes e supermercados, por ajudarem a manter a temperatura e ao mesmo tempo permitir visualizar o conteúdo que há dentro, sem necessidade de abrir a porta – e com consequente economia de energia.

Acústicos
Também na lista dos compostos por mais de uma lâmina de vidros, pode-se citar os modelos acústicos, que diminuem a passagem de ruído do ambiente externo para o interno, ou de um cômodo a outro da mesma construção. As duas (ou mais) chapas têm um espaço entre si, preenchido de gás, e que ajuda no isolamento. Mas quais lâminas serão usadas é uma pergunta que depende de outros fatores, e de fato tem uma resposta que comporta uma série de combinações.

“A atenuação acústica é o segmento de maior complexidade no ramo de vidros especiais, porque não depende apenas do vidro em si ou da composição dele para se atingir a atenuação desejada, a freqüência sonora do ruído, o tamanho do espaço e dos próprios vidros, bem como a temperatura dos ambientes que se que isolar interferem no resultado”, alerta Pilati.

Leia mais
>> Confira as opções de tratamento acústico em casa
>> Iluminação natural traz sofisticação e economia
>> Temperatura ideal: ar-condicionado ou ventilador?
>> Seguro residencial pode incluir cobertura de vidros

Tags: arquitetura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.