07/11/2012

Vila Mariana tem a maior procura por imóveis em São Paulo

Fonte: ZAP Imóveis

De acordo com as buscas realizadas no site do ZAP Imóveis, o antigo bairro é o principal destino escolhido para se morar, com 15% da pesquisa

Apesar de surgirem novas áreas residenciais ao longo dos últimos anos em São Paulo, os bairros tradicionais ainda são os que mais atraem o interesse do público que está à procura de um imóvel.

De acordo com as buscas realizadas no site do ZAP Imóveis, o antigo distrito da Vila Mariana é o principal destino escolhido para se morar entre todas as regiões da capital paulista, com 15% das pesquisas feitas na seção de classificados no ano.

Entre os dez bairros mais procurados, quatro são localizados na zona sul, quatro ficam situados na parte oeste da Capital e dois são no Centro, diz pesquisa (Fotos: Banco de Imagens/Think Stock)

A procura pela localidade da zona sul da principal cidade do país foi quatro pontos percentuais acima da vizinha Moema e da Bela Vista (zona oeste), que registraram 11% cada uma.

“A região da Vila Mariana é tradicional, perto do Centro, com boas avenidas, enfim, um local muito bem servido de equipamentos sociais. Foi sempre um bairro muito cobiçado”, aponta José Augusto Viana Neto, presidente do Creci-SP (Conselho Regional de Corretores de Imóveis).

“Por ser uma região bem populosa, a Vila Mariana tem uma grande incidência de transação imobiliária”, completa.

Ainda de acordo com o levantamento, Perdizes e Saúde, ambos com 10% das buscas, completam a lista dos cinco bairros mais procurados para se alugar ou comprar um imóvel.

“Estas regiões têm a característica tem terem empreendimentos voltados para a classe média, com dois a três dormitórios. São prédios sem muita sofisticação e com apartamentos de 45 a 90 metros quadrados”, avalia Viana Neto.

Entre os dez bairros mais procurados, quatro são localizados na zona sul, quatro ficam situados na parte oeste da Capital e dois são no Centro.

Apartamentos destas regiões são, geralmente, de dois a três dormitórios e medem entre 45 e 90 metros quadrados

Para o executivo do Creci, no entanto, a ausência da grande demanda por edifícios nas zonas leste e norte se deve pelo perfil de público que faz busca de imóveis pela internet.

“A zona leste, por exemplo, tem crescido muito. Bairros como Tatuapé tiveram uma evolução muito grande. Mas muitas pessoas ainda preferem pegar o carro e procurar imóveis pessoalmente, na maneira tradicional. Talvez, por isso, o local não apareceu na pesquisa de uma forma significativa”, finalizou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.