01/09/2015

Vila Valqueire é charmoso bairro da zona oeste do Rio de Janeiro

O charme do lugar é traduzido pelas pracinhas, recanto de crianças principalmente aos finais de semana

Fonte: Revista do ZAP

Bairro com clima familiar, ruas bastante arborizadas, casas grandes e prédios baixos. Esta é a Vila Valqueire,  na zona oeste carioca, entre a Praça Seca, o Jardim Sulacap, o Campo dos Afonsos, Bento Ribeiro e Oswaldo Cruz. O lugar tem pouco mais de 32.279 moradores de classe média, com renda mensal de R$ 2.279, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). São muitas as ofertas de residências por ali.

O charme do lugar é traduzido pelas pracinhas, recanto de crianças principalmente aos finais de semana, e pelas diversas ruas com nomes botânicos, como as ruas das Tulipas, das Margaridas e das Rosas.

Carnaval de rua na Vila Valqueire (Foto: Divulgação/ Prefeitura)
Carnaval de rua na Vila Valqueire (Foto: Divulgação/ Prefeitura)

A avenida Jambeiro é conhecida por abrigar bares e restaurantes, enquanto a Praça Saiqui tem quadras poliesportivas, academia da terceira idade e rampas para a prática de skate. Na Estrada Intendente Magalhães, outra via importante do bairro, está um polo de compra e vendas de automóveis. O comércio se resume a farmácias, supermercados, agências bancárias, academias e padarias. O Shopping Center Point é outra atração, com lojas de roupas, serviços e praça de alimentação. No Carnaval, as ruas do bairro ficam cheias de moradores que saem atrás do famosos “bloquinhos de rua”.

A infraestrutura é boa. Dentre os cursos e escolas estão o Colégio pentágono, o Sistema Elite, o Centro Educacional Losango, o CIEP Almir Bonfim de Andrade e a Escola Municipal Cândido Mendes. Entre os hospitais destacam-se o Hospital Estadual da Criança e o Urmed Urgências Médicas.

O acesso aos bairros vizinhos é por meio de linhas de ônibus, que partem de Vila Valqueire com destino à zona norte e zona oeste. Na Praça Seca, bairro vizinho, ônibus BRT (abreviação de Transporte Rápido por Ônibus) levam passageiros à Barra da Tijuca ou à Ilha do Fundão.

No século XVIII a região chamada de Fazenda do Valqueire pertencia a um nobre. Já no século XIX, o local foi loteado e a prefeitura começou a abrir as primeiras ruas, bem largas e com nomes de flores, projeto do engenheiro Alencar Lima. Apesar disso, o bairro só começou a crescer ao final da década de 1960, com a expansão dos bairros vizinhos.

Veja imóveis na Vila Valqueire

 

Conheça a história do Rio de Janeiro

Gávea é recanto na agitada zona sul

Conheça a história de Copacabana

Conheça a história da Barra da Tijuca

Conheça a história de Laranjeiras

Catete, o bairro que foi o centro do Brasil por 63 anos

 

+ Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Informe seu nome e e-mail no espaço para comentários desta matéria. Os dados não serão publicados nessa página

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.