09/12/2007

Vilão do planeta e dos prédios

Fonte: O Globo

Desperdício de água ganha a atenção das construtoras

Marco Antônio CavalcantiZap o especialista em imóveisMedidores individuais são instalados em prédio construído pela Calper, que será entregue em agosto próximo

Mais do que um peso nas contas dos condomínios, o desperdício de água, que é um grave problema ambiental, vem ganhando atenção especial do setor imobiliário. Interessadas em conquistar compradores — tanto os preocupados com a economia na taxa de condomínio quanto aqueles que querem preservar o meio ambiente —, construtoras estão investindo em projetos de instalação de hidrômetros individuais em seus lançamentos.

Antigos estudos mostram que, quando a medição passa a ser por unidade, os usuários reduzem o desperdício de água. Resultado: uma diminuição de 20% no consumo. A construtora Zayd, por exemplo, instalou os hidrômetros individuais em todos os seus lançamentos de 2006 e 2007 — nove, ao todo. Também a Calper começou a adotar essa postura e já tem quatro lançamentos com o equipamento.

— Além do aspecto ecológico, ele acaba com distorções como o pagamento de tarifas iguais por um condômino que mora sozinho e por uma família grande — diz Roberta França, engenheira da Calper.

O diretor-técnico da Zayd, Edson Pereira, lembra que há uns dois anos tramita na Câmara dos Vereadores um projeto de lei que determina a instalação de hidrômetros individuais em novas unidades da cidade:

— É preciso ressaltar, no entanto, que a medição individual não é feita pela Cedae: a administração do condomínio é que fará o rateio proporcional pelas unidades.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.