17/03/2009

Vista de cartão postal

Fonte: O Estado de S. Paulo

Mauricio Nóbrega dá destaque para a paisagem ao renovar dúplex no Leblon

O arquiteto Mauricio Nóbrega teve de arregaçar as mangas para renovar o dúplex com 620 m² no Leblon. Botou tudo abaixo e refez os dois andares, onde vivem agora um casal e os filhos adolescentes.

Kitty Paranaguá/AE

As alas íntima e social, no térreo, foram projetadas para dar mais conforto e privacidade. Um dos quartos foi abolido e a sala com escritório (surgida com a reordenação do espaço) serve de ligação entre os três novos dormitórios, uma vez que não existem corredores. Ali a família se reúne em torno da grande tela de TV, também usada para o computador. Nos dormitórios dos filhos, uma das paredes tem grafites coloridos feitos pelo artista plástico Guga (em torno de R$ 1.250 cada desenho). O piso de réguas de peroba de 6 cm aquece os ambientes.  

Na área social, que reúne living, sala de jantar, hall, sala de almoço, cozinha, lavabo e quarto de empregada, o chão é de mármore travertino. O outro quarto de serviço da planta original foi eliminado, dando lugar a uma escada de serviço, um elevador e um monta-carga.

Para que a porta de entrada do apartamento não abrisse diretamente no estar, Mauricio mandou fazer uma grande estante laqueada de marrom, criando um hall – com espelho na parede do fundo – e um pequeno lounge equipado com poltronas da Breton. A escada que leva ao segundo piso ganhou guarda-corpo de vidro e seu desenho contrasta com os móveis da Oficina Inglesa, que também fazem contraponto com a mesa espelhada (R$ 4.337, na Breton ). Outra solução original está na divisão do living da sala de jantar: uma parede de gesso com vidro no centro – e que funciona como uma espécie de quadro – deixa o ambiente mais leve.

A parede da sala de jantar, forrada com pedaços de camurça alternados com pintura, cria um efeito elegante – e a iluminação embutida no piso, uma atmosfera intimista.

“No andar superior construímos bastante para aumentar a área de lazer”, realça Nóbrega. A vista do Morro Dois Irmãos, a partir do terraço, enriquece o horizonte. O guarda-corpo da varanda foi feito com placas de vidro de até 1,49 m de altura, protegendo do vento. Há espaço até para uma sala de cinema, com paredes revestidas de peroba e tecido da marca JRJ (da Espaço Multi, com acabamento de resina espatulada, custa R$ 80,75 o metro) – os sofás Byron, da Way Design, tiveram de ser encomendados em tamanho especial para o cliente (R$ 15 mil).

Mauricio ainda projetou sauna com jacuzzi e sala de ginástica fechadas por vidros de modo que tudo fique integrado e separado ao mesmo tempo, além de terem a paisagem à disposição. Entre os aposentos está a sala de refeições com lustre Zetel, de Ingo Maurer (na La Lampe, por R$ 7.166), acima da mesa de laca branca desenhada pelo arquiteto, cujo centro é feito de tiras de ferro oxidado para apoiar pratos quentes (da Marcenaria Serpa). Para sentar, bancos de madeira de reflorestamento (da Way Design).

Completam o segundo piso a adega, a cozinha de apoio, o lavabo e o terraço com piso cimentício antiderrapante (Classic, da Solarium, por R$ 91,86 o m², na Étage). “A piscina foi revestida com pastilhas de vidro azul-escuro para criar o efeito de maior profundidade”, conta Mauricio (referência 450, tamanho 2 cm x 2 cm, por R$ 257 o m² na Brasil-Europa). Por fim, em nome da privacidade dos moradores, o arquiteto criou um ripado de réguas de alumínio onde colocou grandes cachepôs com plantas altas que conseguem bloquear os olhares “compridos” da vizinhança.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.