06/06/2013

ZipZAP Junho

Fonte: ZAP Imóveis

ZipZAP Junho

Mais lojas em Higienópolis
O shopping Higienópolis, em São Paulo, vai se expandir. Segundo a gestora que administra o empreendimento, a Rio Bravo Investimentos, foi aprovada em assembleia geral dos acionistas a compra de novos imóveis para a ampliação das instalações de um dos centros comerciais de maior sucesso na capital. A gestora não deu detalhes de quais casas da região estão no radar do fundo, mas, avisou que tem bala na agulha. Investidores que acreditam no potencial do shopping devem ficar atentos, pois a Rio Bravo não descartou a hipótese de propor uma nova emissão de cotas do fundo para ampliar o empreendimento, se acharem necessário.

Terra de Eike
O empresário Eike Batista, que recentemente anunciou sua entrada no mercado imobiliário pela empresa REX, pode comprar o terreno do parque Terra Encantada, na Barra. Segundo coluna Negócios&Cia do jornal O Globo, a operação é dada como certa por uma dezena de players do setor consultados. As negociações estariam acontecendo desde o início deste ano e faltaria apenas assinar o contrato. A EBX, que controla a REX, não confirma a compra. Localizada na Avenida Ayrton Senna, no Rio, a área segue em ritmo intenso de valorização por conta da presença de centros comerciais como o Via Parque e CasaShopping e da universidade Estácio de Sá.

O céu chinês tem mais limites
Foi dada a largada para as obras do prédio mais alto do mundo. Depois de enfrentar um longo processo de aprovação do projeto, a construtora BSC deu início aos primeiros blocos do edifício Sky City One, na China, que terá 838 metros, com prazo de conclusão de apenas sete meses e custo avaliado em US$ 628 milhões. O arranha céu, que será erguido na cidade de Changsha, vai tirar da Índia o título do Guiness Book de abrigar o maior edifício do planeta, o atual Burj Khalifa, com 828 metros.

Ninguém quis
Fracassou a venda da sede social do Jockey Club, colocada em licitação por R$ 90 milhões. Há um mês, o anúncio de que o imóvel de 331,88 metros quadrados de área construída e três subsolos de garagem, no centro de São Paulo, esquina com a Ladeira Porto Geral, estava à venda, despertou burburinhos no mercado imobiliário. Especialistas acreditam que a falta de lances para a operação revela um custo muito alto diante de um descrédito das incorporadoras frente ao plano de revitalização da região central da cidade. Haveria, segundo eles, outros bairros prioritários na lista das empresas do setor. Com a falta de interessados, o processo licitatório foi encerrado pelo Jóquei Club.

Era verdade
O vazamento da informação pela agência de notícias Reuters de que a Cyrela vai lançar um novo empreendimento próximo à casa de espetáculos Credicard Hall fez com que a incorporadora antecipasse a confirmação de seu novo projeto, até então, mantido às setes chaves. A empresa não informou, contudo, se o futuro imóvel, na região de Santo Amaro (zona sul de São Paulo), terá função residencial ou comercial. Fontes no mercado acreditam que a planta reunirá esses dois conceitos. Naquele bairro, a Cyrela entregou recentemente o complexo NovAmérica Inside Park.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.